Bem vindos à Oficina das Papitas. Este meu projecto, tem como principal objectivo ajudar os meus filhos que já não vivem comigo, mas que têm de cozinhar para si próprios. Espero assim poder ajudá-los. Tentarei fazê-lo com muito amor.
Janeiro 2012
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
Posts mais comentados
04
Jan
12

 

A Catedral de Burgos, tem trinta metros de altura.

A pupila dos meus olhos têm dois milímetros de abertura.

 

Olha a catedral de Burgos com trinta metros de altura!

 

 

 

 

 

"António Gedeão"

 

 

Desde jovem, um dos meus poemas favoritos. Fui, em tempos, propositadamente, conhecer a catedral de Burgos. E até achei que a catedral de Burgos tem mais de trinta metros de altura. Magnífica. 

 

Foi também em Burgos que comi num dos melhores restaurantes que conheci, na minha vida  ( e a lista é extensa, acreditem) .

 

Em contraposição à magnificência da catedral de Burgos, e à excelência do restaurante, também de Burgos, hoje trago uma receita muito simples mas que, julgo, conhecida de todos.

Os peixinhos da horta são óptimos para servir entre acepipes, como acompanhamento e até para disfarçar o sabor do feijão verde a crianças que lhe torcem o nariz.

 

O que preparar:

 

  1. 400 g de feijão verde;
  2. .4 colheres bem cheias de farinha de trigo;
  3. 1 colher de chá de fermento em pó;
  4. Algumas gotas de limão;
  5. 2 ovos;
  6. 1 colher de sopa de azeite;
  7. Sal e pimenta a gosto

 

Como preparar:

 

Partir as pontas do feijão verde, cortar em pedaços com cerca de 7cm e levá-los a cozer em água temperada com sal durante 4’. Deverão ficar mal cozidos. Temperar com sal e pimenta e deixar arrefecer.

Numa tigela, deitar a farinha, o fermento, o azeite e as gotas de sumo de limão. Mexer cuidadosamente até ficar uma massa homogénea. Deitar os ovos, um de cada vez, e bater bem até ficar uma massa leve. Deixar descansar cerca de ½ hora.

Pôr óleo numa frigideira e, quando estiver quente, ir deitando o feijão verde depois de passado na polpa de farinha.

Deixar fritar e ir retirando para um prato com papel absorvente.

 

Mãos à obra. 

publicado por Maria às 08:00
Contador
mais sobre mim
pesquisar neste blog
 
Janeiro 2012
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
últ. comentários
Ficou lindo, foi a minha inspiração para o almoço ...
Parece impossível a sra classificar como peixe da ...
è um prato da minha infância, de que guardo record...
O que é maca?
Um correcçãoNão consigo recordar o ano mas seguram...
maravilha
maravilha
De facto cavala e sarda não são o mesmo peixe, as ...
Top blogs de receitas
blogs SAPO