Bem vindos à Oficina das Papitas. Este meu projecto, tem como principal objectivo ajudar os meus filhos que já não vivem comigo, mas que têm de cozinhar para si próprios. Espero assim poder ajudá-los. Tentarei fazê-lo com muito amor.
Janeiro 2012
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Posts mais comentados
13
Jan
12

 

 

 

Foi com esta receita que me estreei no mundo dos blogs culinários. Foi no dia 21 de Setembro numa plataforma que na altura me pareceu satisfatória mas, entre outras coisas, me fez desaparecer uma série de postagens entre elas, a primeira.

 

Assim, e porque temos sempre algum carinho pelas primeiras de qualquer coisa, volto a publicá-la aqui nesta plataforma da sapo, onde me tenho entendido às mil maravilhas.

 

Este prato é muito simples de preparar e muito saboroso. Cá em casa é feito com frequência e sempre com a aprovação geral ( se bem que agora estamos reduzidos a metade, e isto até à Páscoa :(  

 

O que preparar:

 

  1. 1 frango partido com cerca de 1 200Kg;
  2. 0,5 dl de vinho branco;
  3. Sal e pimenta a gosto;
  4. 50g de banha;
  5. 75g de margarina;
  6. 1 cebola;
  7. 1 ramo de cheiros ( louro, uma folha de alho francês e 5 pézinhos de salsa, todos atados com um fio);
  8. 1 colher de sopa, bem cheia, de farinha de trigo;
  9. 1 cerveja;
  10. 1 colher de sopa de polpa de tomate;
  11. 2,5 dl de caldo de galinha ( ou 1 cubo de galinha diluído em água)
  12. 50 g de azeitonas verdes;
  13. 1 pãozinho para fritar;
  14. 1 raminho de salsa picada para polvilhar. 

 

Como preparar:

 

Cortar o frango em pedaços grandes, lavá-lo, secá-lo com papel de cozinha e temperá-lo com sal, pimenta e vinho branco. Deixar tomar gosto cerca de 1 hora.

 

Numa frigideira, alourar os pedaços de frango em banha quente e reservar depois de todos os pedaços fritos.

 

Fazer um refogado com 50g de margarina, a cebola picada e o ramo de cheiros. Logo que a cebola comece a alourar, misturar a farinha e mexer bem.

 

Juntar a polpa de tomate, a cerveja, deitando esta em fio e mexendo sempre para não granular. Deixar levantar fervura.

 

Juntar o frango, deixar cozer lentamente, indo acrescentando o caldo de galinha aos poucos. Deita-se o caldo que julgarmos suficiente para a quantidade de molho que desejarmos; a consistência do molho depende directamente da quantidade de caldo que se deitar.

 

Depois do frango cozinhado, retirar o taxo do lume e colocar os pedaços de frango num prato de servir.

 

Tirar o ramo de cheiros do molho e colocá-lo num triturador ( pode ser a varinha mágica). Levar de novo ao lume , deixar apurar a gosto, rectificando-lhe os temperos.

 

Juntar novamente o frango ao molho, juntamente com as azeitonas.

 

Fritar batatinhas e passá-las, depois de fritas, na restante margarina quente.

 

Fritar o pão cortado em fatias finas.

 

Empratar o frango, com as batatinhas à volta e 1 ou 2 fatias de pão frito. Uma delícia…

 

Mãos à obra.

 

 

 

tags:
publicado por Maria às 08:00
Contador
mais sobre mim
pesquisar neste blog
 
Janeiro 2012
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
últ. comentários
Ficou lindo, foi a minha inspiração para o almoço ...
Parece impossível a sra classificar como peixe da ...
è um prato da minha infância, de que guardo record...
O que é maca?
Um correcçãoNão consigo recordar o ano mas seguram...
maravilha
maravilha
De facto cavala e sarda não são o mesmo peixe, as ...
Top blogs de receitas
blogs SAPO