Bem vindos à Oficina das Papitas. Este meu projecto, tem como principal objectivo ajudar os meus filhos que já não vivem comigo, mas que têm de cozinhar para si próprios. Espero assim poder ajudá-los. Tentarei fazê-lo com muito amor.
Outubro 2011
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
12
13
14
15
16
17
23
28
29
31
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds
Posts mais comentados
30
Out
11

 

 

Uma comidinha pedida, expressamente, pelo fifi grande. Adora esta comida quer pelo seu refinado paladar quer porque é uma refeição que se pode desdobrar em várias o que lhe dá muito jeito uma vez que tem pouco tempo para cozinhar.

Ele até sabe fazer este rolo de carne pois fê-la várias vezes cá em casa, com a aprovação unânime de toda a família. Porém, não se lembra dos ingredientes. Aqui vai mais uma papita saborosa.

Esta receita é mais uma tirada de uma Tele culinária do Chefe Silva.

 

O que preparar: ( para 6 doses)

1.       1 Kg de carne picada ( eu faço com carne de porco);

2.       2 ovos;

3.       1 colher de sopa de mostarda;

4.       1 colher de sopa de molho inglês;

5.       1 pãozinho demolhado em leite e bem espremido;

6.       Sal e pimenta a gosto;

7.       ½ cebola bem picadinha;

8.       1 dente de alho;

9.       2 colheres de sopa de margarina;

10.   4 colheres de sopa de banha de porco;

11.   3 colheres de sopa de vinho branco;

12.   Pão ralado qb;

13.   Coentros picados qb.

 

 

Como preparar:

 

Picar muito bem a cebola e levá-la a alourar com o dente de alho. Deixar arrefecer.

Enquanto a cebola arrefece, colocar a carne picada numa tala e juntar os ovos, o pão demolhado bem espremido, o sal e pimenta, o molho inglês, a mostarda e mexer bem a carne. Deixar repousar pelo menos 1 hora.

Após este tempo, juntar a cebola alourada em margarina e mexer bem.

Por cima de uma folha de papel vegetal ou de alumínio, deitar pão ralado e por cima deitar a carne. Com as mãos, moldar um rolo mais ou menos uniforme. Rolar a carne por cima do pão ralado de molde ao rolo ficar todo envolvido no pão ralado.

Colocar num pirex e regar com a banha derretida ( 10” no microondas).

Levar ao forno a 180ºC e ir regando de vez em quando com o molho que se forma e salpicando com o vinho branco. Deve ficar com um tom douradinho.

No final, picar bem os coentros e misturar com uma colher de pão ralado. Deitar por cima do rolo e levar novamente ao forno por mais 3 ou 4”.

Cortar em fatias conforme for consumido.

Acompanhar com batatas fritas ou arroz e legumes a gosto.

Eu acompanhei com ervilhas e cenouras cozidas temperadas com 3 colheres de manteiga derretida à qual juntei 1 dente de alho ralado no ralador.

 

Mãos à obra.

tags:
publicado por Maria às 16:10
27
Out
11

Aqui está uma comidinha que fica muito saborosa e é muito fácil de confeccionar.

Não costumo fazer, frequentemente, empadão e muito menos de arroz.

Porém, tinha carne picada que não sabia o que lhe fazer, empadão de batatas estava fora de questão pois não tinha batatas suficientes para o puré. Portanto, só restava o empadão de arroz.

Fui fazendo e pondo uns ingredientes que não é costume e…. bingo!!!

Ficou fantástico.

Experimentem

 

O que preparar: ( para 6 doses)

Para a carne:

  1. 400g de carne picada;
  2. 1 cebola;
  3. 5 colheres de sopa de óleo;
  4. 1 dente de alho;
  5. 1 folha de louro;
  6. ½ lata de tomate pelado;
  7. 2 colheres de polpa de tomate;
  8. ¼ de colher de chá de canela;
  9. ¼ de colher de chá de cominhos;
  10. ½ chouriço de carne cortado em rodelas finas.

 

Para o arroz:

 

  1. 2 chávenas de água;
  2. 2,5 chávenas de arroz agulha;
  3. 1 dente de alho picado;
  4. 3 colheres de sopa de azeite.

 

Para o empadão:

 

  1. 1 pacote de natas;
  2. Queijo ralado a gosto ( de preferência o parmesão).
  3. Pão ralado a gosto.

 

Como preparar:

 

Picar muito bem a cebola e levá-la a alourar com o dente de alho e a folha de louro, no óleo.

Juntar o tomate e a polpa de tomate. Deixar suar 2 “ com o tacho tapado.

Juntar a carne e mexê-la ( a melhor forma é com um garfo de madeira). Juntar o chouriço.

Juntar o tomate, a polpa de tomate, a canela e os cominhos.

Deixar cozinhar cerca de 20”.

Entretanto, para preparar o arroz, deitar o azeite num tacho, juntar o dente de alho e deixar fritar com cuidado para o alho não queimar pois fica com um sabor desagradável.

Juntar o arroz e deixar fritar um pouco. Por fim juntar a água, deixar levantar fervura e mexer. Baixar o lume e deixar cozer o arroz cerca de 10”.

 

Quando estes processos anteriores estiverem finalizados, deitar num pirex metade do arroz, deitar por cima a carne com o molho que se formou e, finalmente cobrir com a outra metade do arroz.

 

Por cima do preparado, deitar o queijo ralado e, por cima deste, polvilhar com pão ralado.

Espalhar por cima as natas e por fim, voltar a polvilhar de pão ralado.

 

Vai ao forno com o grill ligado. Se não tiver esta função, por uma temperatura alta no forno.

Forma-se uma crosta deliciosa que, juntamente com o sabor do arroz com a carne é uma combinação perfeita.

 

Mãos à obra.

publicado por Maria às 15:57
26
Out
11

Chili com Carne

Rrrrrrrrrr. Que raiva. Deparei agora mesmo com o “desaparecimento”  de 6 ou 7 posts de receitas aqui do blog; não consigo descortinar o porquê!!! Enquanto for nova aqui nestas andanças, não consigo controlar muito bem todas as matrizes. Mas hei-de lá chegar.

As receitas perdidas, repô-las-ei a uma média de uma por dia a par da Receita do Dia.

Essa, hoje é chili de carne com arroz. Tirei a ideia de alguns ingredientes da Nigella Lawson.

É muito saboroso.

 

O que preparar: ( para 4 pessoas)

  1. 0,5Kg de carne picada;
  2. 2 pimentos verdes;
  3. 1 cebola grande;
  4. 2 latas de tomate pelado ( das pequenas);
  5. 2 dentes de piri piri;
  6. 2 dentes de alho;
  7. 5 colheres de sopa de azeite;
  8. ½ lata de milho cozido;
  9. 1 lata de feijão encarnado;
  10. 1 colher de chá de cominhos em pó;
  11. 1 colher de chá de coentros em pó;
  12. 1 colher de chá de canela em pó;
  13. 1 colher de chá de açúcar;
  14. 2 cravinhos ou ¼ de colher de chá de cravinho em pó;
  15. 3 colheres de sopa de vinho branco.

 

Como preparar:

 

Picar a cebola juntamente com o alho e refogar no azeite. Partir os pimentos em cubos e juntar ao refogado. Juntar em seguida as duas latas de tomate pelado, a colher de açúcar e deixar “suar” cerca de 2” com o tacho tapado.

Juntar a carne e mexer bem até esta se granular. Juntar agora os cominhos, os coentros, o piri piri, o cravinho e a canela. Juntar finalmente as colheres de vinho e um pouco de sal, o feijão e o milho.

 

Deixar cozinhar e apurar em lume brando cerca de 30”.

 

Acompanhar com arroz branco.

 

Mãos à obra.

publicado por Maria às 18:40
25
Out
11

 

Na nossa vida há várias fases e, nessas fases, repetimos algumas acções que, por vezes, não as voltamos a fazer mais tarde, numa outra fase. Acho que isso se passa com todas as pessoas; pelo menos comigo, é assim.

Numa dessas fases da minha vida a que me refiro, fui frequentemente ao cinema Monumental e, antes do filme, ia comer um hambúrguer num snack que havia ( e suponho que ainda há) no edifício das salas do cinema. Os hambúrgueres eram deliciosos. Do que comia com mais frequência, porque era o meu eleito, apresento-vos hoje a receita.

Bem sei que a foto não está muito boa pois não revela o ar apetitoso com que fica este prato.

Mas vocês, fifis conhecem-no, sei que gostam e, portanto, sabem que não se arrependerão de o fazer.

 

O que preparar: ( para 1 pessoa)

  1. 1 hambúrguer;
  2. 1 pão para hambúrguer;
  3. 1 fatia de ananás de lata;
  4. 1 colher de sopa de iogurte grego;
  5. 2 azeitonas sem caroço e 1 palito ( facultativo)

 

Como preparar:

 

Grelhar o hambúrguer, temperado com sal, numa chapa ou grelhador untado com um pouco de óleo.

Abrir o pão e colocar na metade de baixo o hambúrguer, a fatia de ananás e por cima a colher de iogurte.

Enfeitar com as duas azeitonas espetadas no palito que por sua vez é espetado no ananás.

Dispor a outra metade do pão de uma forma graciosa por forma a cobrir metade do preparado.

Servir com batatinhas fritas e uma salada.

 

 

Mãos à obra.

publicado por Maria às 16:07
24
Out
11

Arroz de Garoupa à Cabo Espichel

Mais uma receita do Mestre Silva que, como já referi anteriormente, foi o meu mentor na cozinha.

 

Já fiz este prato vezes sem conta e, ao longo do tempo, introduzi algumas pequenas alterações que, a julgar pelos comentários cá em casa, melhoraram ainda mais, este tão saboroso prato.

 

O título refere-se à garoupa mas pode ser confeccionado com outro peixe qualquer que tenha lombinhos suficientemente aproveitáveis ( pescada, tamboril, abrótea, maruca, etc.) Eu, desta vez usei postas de tintureira congeladas às quais retirei a espinha central e parti em cubos.

 

 

 

O que preparar: ( para 4 pessoas)

 

  1. 800 g de peixe tipo garoupa ou similar ( ver em cima);
  2. 1 cebola;
  3. 2 dentes de alho;
  4. 2 dentes de piri piri ( se gostarem, claro;
  5. 2 colheres de sopa de sopa de azeite;
  6. 1/ lata pequena de tomate pelado;
  7. 3 colheres de polpa de tomate;
  8. 1 limão;
  9. 2 chávenas de arroz carolino;
  10. 5 chávenas de água;
  11. Coentros;
  12. Sal e pimenta a gosto.

 

Como preparar:

 

 

 

Partir o peixe em cubos e temperá-lo com sal, pimenta e o sumo de limão, Deixar assim 2 horas.

 

Picar a cebola fininha e levá-la a refogar no azeite, juntamente com os alhos picados e o piri piri, se usarem..

 

Quando a cebola estiver lourinha, juntar o tomate pelado e a polpa e deixar “suar” com o tacho tapado durante 2”.

 

Deitar a água e quando começar a ferver, contar 1” neste estado.

 

Juntar o arroz, mexer, e deixar ferver em lume vivo 3”.

 

Juntar o peixe juntamente com o caldo da marinada ( limão), deixar levantar fervura, mexer, juntar coentros picados e baixar o lume, tapando o tacho. Deixar cozer exactamente 12”.

 

Servir de imediato.

 

Este arroz fica muito saboroso e é bom comido enquanto está "malandrinho". Eu gosto de acrescentar no prato que me é servido, umas gotas de tabasco. Experimentem.

 

 

 

Mãos à obra.

publicado por Maria às 18:33
Contador
mais sobre mim
pesquisar neste blog
 
Outubro 2011
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
12
13
14
15
16
17
23
28
29
31
últ. comentários
pois ! No meu tempo (43/51, chumbei um ano), bat...
Ficou lindo, foi a minha inspiração para o almoço ...
Parece impossível a sra classificar como peixe da ...
è um prato da minha infância, de que guardo record...
O que é maca?
Um correcçãoNão consigo recordar o ano mas seguram...
maravilha
maravilha
Top blogs de receitas
blogs SAPO