Bem vindos à Oficina das Papitas. Este meu projecto, tem como principal objectivo ajudar os meus filhos que já não vivem comigo, mas que têm de cozinhar para si próprios. Espero assim poder ajudá-los. Tentarei fazê-lo com muito amor.
Novembro 2011
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
11
12
13
14
27
29
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds
Posts mais comentados
23
Nov
11

 

 

Ando numa fase muito saudosista. Deve ser pela aproximação do Natal. Lembramo-nos dos nossos, daqueles que mais amamos e amámos. Sentimos falta dos que partiram e que ainda tanta falta nos fazem.

A minha mãe era uma boa cozinheira. Tinha  alguns pratos inultrapassáveis; tinha mesmo! Não é agora a saudade que me faz dizer isto.

Arroz doce, Bolo de família (que fazia no Natal e é uma especialidade da Madeira), Arroz de polvo e Pasteis de Bacalhau. Ninguém fazia, faz ou fará como ela. Tenho a certeza.

Como ela fazia as receitas a olho, nunca acertei com os temperos dela.

Porém, numa tentativa de recordá-la, fiz estes pastéis que agora vos ensino e que até nem saíram nada maus.

O cheirinho que emanaram ao fritar fez-me sentir, novamente, menina.

Quantas saudades e recordações nos trazem os cheiros e paladares…

 

O que preparar: ( para 30 pasteis)


1.       600g de batatas;

2.       300g de bacalhau cozido sem pele nem espinhas  (podem usar o desfiado);

3.       3 colheres de sopa de azeite;

4.       1 dente de alho;

5.       ½ cebola;

6.       1 colher de sopa de salsa picada;

7.       3 ovos;

8.       Sal e pimenta a gosto;

9.       Óleo para fritar.

 

Como preparar:

 

Descascar as batatas e pô-las a cozer em água fervente com sal. Deixá-las cozer bem e, aundo cozidas escorrer a água e pisar a batata com um esmagador, até a batata estar em puré, mas bastante enxuto.

Cozer o bacalhau e limpá-lo de peles e espinhas e desfiá-lo numa picadora ou passe vite (eu usei a Bimby).

Misturar o puré com o bacalhau, juntar os ovos inteiros um a um e mexer bem.

Picar muito bem a cebola e o alho e refogá-los no azeite até alourarem.

Juntar este preparado ao puré e bacalhau.

Juntar também a salsa picada e temperar com sal e pimenta.

Colocar no frigorífico cerca de 30”.

Com duas colheres de sopa moldar os pastéis da seguinte forma:

Tirar um pouco de massa com uma das colheres (cerca de ¾ da colher); com a outra colher colocada na mão esquerda, raspar o conteúdo da colher da mão direita calcando em simultâneo. Repetir esta operação de uma colher para a outra até formar o pastel desejado.

Fritar em óleo bem quente para os pastéis não ficarem cheios de gordura.

À fácil e vale a pena. Ficam bem melhores que os pré cozinhados que compramos, congelados, nos supermercados.

Os pastéis que sobrarem podem ser congelados para serem servidos numa ocasião em que não dispomos de muito tempo ou disposição para cozinhar.

Em vez de bacalhau, pode usar-se peixe. Ficam também saborosos.

 

Mãos à obra.

publicado por Maria às 18:39
Contador
mais sobre mim
pesquisar neste blog
 
Novembro 2011
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
11
12
13
14
27
29
últ. comentários
pois ! No meu tempo (43/51, chumbei um ano), bat...
Ficou lindo, foi a minha inspiração para o almoço ...
Parece impossível a sra classificar como peixe da ...
è um prato da minha infância, de que guardo record...
O que é maca?
Um correcçãoNão consigo recordar o ano mas seguram...
maravilha
maravilha
Top blogs de receitas
blogs SAPO