Bem vindos à Oficina das Papitas. Este meu projecto, tem como principal objectivo ajudar os meus filhos que já não vivem comigo, mas que têm de cozinhar para si próprios. Espero assim poder ajudá-los. Tentarei fazê-lo com muito amor.
Abril 2012
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
21
22
28
29
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds
Posts mais comentados
12
Abr
12

O arroz de pato é um prato sobejamente conhecido e apreciado. Apesar da receita estar muito vulgarizada, não pude deixar de a trazer pois é muito apreciada cá em casa. Resulta numa óptima refeição e melhora muito quando acompanhada com um copo de um bom vinho tinto.

 

O que preparar:

 

  1. 1 pato;
  2. 1 cebola + ½ cebola;
  3. 1 dente de alho;
  4. 0,5 dl de azeite;
  5. 2 folhas de loureiro;
  6. 2 cravinhos;
  7. 5 grãos de pimenta preta;
  8. 3 chávenas de chá de arroz agulha;
  9. 1 chouriço de carne de boa qualidade.

 

Como preparar:

 

Limpar bem o pato e tirar-lhe todas as gorduras. Levar ao lume uma panela com bastante água e, quando começar a ferver, deitar o pato, juntamente com os grãos de pimenta, 1 folha de loureiro, o cravinho e meia cebola com casca. Temperar com sal. Se for feito na panela de pressão, a cozedura demora cerca de 30’. Caso contrário, demora cerca de 1,30h e poderá ter de se acrescentar água ao caldo, conforme este for reduzindo. A meio da cozedura, juntar metade do chouriço de carne.

 

Quando estiver cozido, retirar do caldo, reservando-o. Deixar arrefecer o pato e desfiá-lo, descartando a pele. Partir o chouriço cozido, em pedacinhos.

 

Retirar do caldo a película de gordura que se forma à superfície e reservar.

 

Levar a cebola picada ao lume juntamente com o azeite, o alho, a folha de loureiro. Quando a cebola começar a caramelizar, juntar o arroz e ir mexendo para não pegar. Quando começar a ficar com os bagos esbranquiçados, juntar o caldo onde cozeu o pato, devidamente coado num passador, na proporção do dobro da quantidade de chávenas do arroz, mais uma, isto é, se foram 3 chávenas de arroz, deverão ser 7 chávenas de caldo. Se este não for suficiente, completar com água. Deixar o arroz levantar fervura, mexer e deixar cozer 7’. Num tabuleiro de ir ao forno, deitar metade da quantidade de arroz, espalhar por cima o pato desfiado e os pedaços de chouriço cozido e cobrir com o restante arroz.

Enfeitar com a outra metade de chouriço cru, que entretanto se partiu às rodelas. Verter por cima a gordura que se havia tirado da superfície  do caldo. Levar ao forno a 200ºC cerca de 20’, até o arroz ficar lourinho.

 

Mãos à obra. 

 

publicado por Maria às 08:00
Contador
mais sobre mim
pesquisar neste blog
 
Abril 2012
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
21
22
28
29
últ. comentários
No Amarelo do Colégio Militar as Batatas Fritas sã...
 No Amarelo do Colégio Militar as Batatas Fri...
Minha avó, que cresceu em Mogadouro, muitas vezes ...
pois ! No meu tempo (43/51, chumbei um ano), bat...
Ficou lindo, foi a minha inspiração para o almoço ...
Parece impossível a sra classificar como peixe da ...
è um prato da minha infância, de que guardo record...
O que é maca?
Um correcçãoNão consigo recordar o ano mas seguram...
Top blogs de receitas
blogs SAPO