Bem vindos à Oficina das Papitas. Este meu projecto, tem como principal objectivo ajudar os meus filhos que já não vivem comigo, mas que têm de cozinhar para si próprios. Espero assim poder ajudá-los. Tentarei fazê-lo com muito amor.
Outubro 2012
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
12
14
16
17
18
20
22
23
25
26
28
29
30
31
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds
Posts mais comentados
13
Out
12

Apesar do tempo de praia ja ir longe, ha sempre um pretesto para uma refeicao ao ar livre num passeio em familia num Domingo soalheiro.

Estes Muffins, sao indespensaveis numa cesta de farnel. Porem, mesmo que nao se faca o passeio porque esta a chover, porque o filho nao pode pois tem um compromisso, ou, porque sim, sempre nos podemos "consolar" em casa, a volta da mesa, com toda a familia a tagarelar saboreando estes bolinhos e fazendo-os acompanhar com uma boa chavena de cha, a fumegar.

A base desta receita fui busca-la ao blog de uma doce, suave e linda menina. Uma das meninas com mais sentido de estectica que conheco.

Sabem de quem eu falo, certamente. Mas, para os mais distraidos, refiro-me a Ginja, autora  do Ananas e Hortela

Ja sabem a quem me refiro?   Quem conhece a sua autora, fica com a certeza que e uma receita infalivel e muito, muito apetitosa. Fiz apenas algumas alteracoes, pois adaptei aos ingredientes que tinha na minha despensa.

 

O que preparar:

 

  1. 1 ovo batido;
  2. 1/4 chávena de leite;
  3. 1 iogurte natural;
  4. 2 colheres (sopa) de oleo;
  5. 1 chávena de farinha trigo;
  6. 2 colheres (cha) de fermento;
  7. 1/2 colher (cha) de sal;
  8. 1/4 chávena de parmesao ralado;
  9. 1 lata de atum em azeite;
  10. 1 colher de sopa de manjericao fresco picado;
  11. 1 colher de sopa de alecrim picado;
  12. 1 colher de cha de oregaos frescos, picados.
Como preparar:
Pre aquecer o forno a 180C.
Numa taça juntar o ovo com o iogurte, o leite e o óleo. Bater bem até ficar uma mistura uniforme.
Noutra taça misturar a farinha com o fermento, o sal e o parmesão.
Adicionar a mistura dos líquidos aos sólidos e envolver suavemente sem bater demasiado a massa.
Juntar o atum bem escorrido e desfiado bem como  as ervas, envolvendo.
Colocar a massa em forminhas e levar ao forno até cozer o que demora cerca de 20'.

Maos a obra.

 

tags: ,
publicado por Maria às 08:00
11
Out
12

A receita que trago e um acompanhamento muito agradavel de carnes vermelhas, de caca pu ate mesmo aves.

E muito simples e rapida de confeccionar e, para alem de contrastar muito bemcom o sabor das carnes referidas, da um toque especial e de requinte ao prato.

Inspirei-me no blog "las Recetas de Sara"

 

O que preparar:

  1. 3 macas descarocadas e cortadas em meias luas em 8 partes;
  2. 2 colheres de sopa de azeite;
  3. 50 g de acucar mascavado;
  4. 2 colheres de sopa de manteiga.

Como preparar:

Numa frigideira anti-aderente, colocar o azeite e a manteiga. Quando derreter esta ultima, colocar as macas e deixar fritar ate ficarem alouradas. Deitar o acucar e deixar fervilhar ate comecar a caramelizar.

Excelente!

Maos a obra.

publicado por Maria às 08:00
09
Out
12

Marmelada de banana, bananada de goiaba. Goiabada de marmelo. Sítio do Pica-Pau amareloSítio do Pica-Pau amarelo


O que preparar:

  1. 750g de laranjas muito doces;
  2. 1,5l de agua;
  3. 1,5 Kg de acucar;
  4. sumo de 1/2 limao.

Como preparar:

Lavar bem as laranjas, corta-las em 1/4 de luas e em fatias muito finas. Deitar numa taca, cobrir com a agua e deixar macerar durante 8 horas.

Passado esse tempo, deitar o preparado numa cacarola e levar ao lume a ferver ate as cascas estarem quase moles. Juntar nessa altura o acucar e o sumo do 1/2 limao.

Deixar ferver lentamente durante pelo menos 1,5h. Ao fim deste tempo, para testar a consistencia do doce, deitar um pouco num pratinho, deixar arrefecer e passar o dedo no meio. Se frmar "estrada" esta pronto. Caso contrario, deixar ferver mais um pouco ate obter a consistencia desejada.  Quando isso acontecer, retirar do lume e, com o doce ainda quente, verte-lo para frascos devidamente esterilizados. tapa-los e vira-los ao contrario, com a tampa para baixo e deixar nesta posicao ate o doce arrefecer. Desta forma formara vacuo o que ajudara a conservar o doce durante mais tempo sem necessitar de frio.

Este doce e muito saboroso e tanto se pode usar em pao torrado, brioches, scones  ou em recheios de bolos e tortas.

Maos a obra.


publicado por Maria às 08:00
05
Out
12

Sao muitos os musicos da minha preferencia.  E o meu estado de espirito, normalmente, que dita o meu musico de eleicao no momento.

Porem, foi este grande senhor que me assolou o pensamento assim que vi o mote do " Convidei para Jantar" deste mes.

Andre Marie Nicolas Leon Rieu, conhecido como o Embaixador das Valsas, com dez milhoes de discos vendidos e uma carreira de sucesso em mais de trinta paises, tinha de ser o meu convidado; custasse o que custasse.

Porem, o facto deste senhor, apesar de ser conhecido em todo o mundo e ter sempre a sua agenda de espetaculos com uma programacao  preenchida por 2 anos, nunca ter vindo actuar em Portugal, tornou-se um obice para os meus planos.

Tentei, mesmo assim. Telefonei para o seu agente que me confirmou os meus temores. Nao poderia aceitar o meu convite pois nao havia programacao de qualquer actuacao em Portugal.  E assim, com o maior dos desalentos, ficou encerrada a conversa.

Ja a noite se tinha instalado, o telefone tocou. Atendi, contrafeita, pois a hora ja nao era de convivios.  O meu semblante iluminou-se! Nada mais, nada menos que o proprio Andre Rieu do outro lado da linha. Havia tomado conhecimento do meu convite, da minha decepcao ao  ve-lo declinado. De facto, nao tinha tempo de se deslocar a Portugal mas, sugeria que fosse ter com ele a Neu Ulm, na Alemanha, onde iria dar um concerto. Nao teria tempo para jantares mas tomaria, com todo um gosto, um cha para acompanhar 2 dedos de conversa.

E claro que nem hesitei. Arranjei um saco a pressa, comprei o bilhete de aviao, on line. O voo seria somente dai a um par de horas. Mesmo contando com a antecedencia obrigatoria das 2 horas para a apresentacao no aeroporto, ainda tinha tempo.

Fui para a cozinha e fiz o unico bolo que achei que deveria acompanhar o cha no encontro ansiado. Um bolo vulgar, que todas as cozinheiras, mesmo que principiantes sabem fazer, mas que foi o primeiro bolo que fiz, o bolo da moda da minha adolescencia: O bolo Marmore. Segui a receita que sempre sigo, do Chefe Silva, e, como era de esperar, saiu um bolo bonito. Acondicionei-o e la me pus a caminho do aeroporto.

O que preparar:

  1. 4 ovos;
  2. 200g de acucar;
  3. 200g de manteiga;
  4. 200g de farinha de trigo peneirada;
  5. 1 colher de cha de fermento em po;
  6. 1 limao;
  7. 200g de chocolate doce em po;
  8. 1 colher de manteiga para a cobertura e manteiga para untar a forma.

Como preparar:

Bater as 4 gemas com os 200g de acucar, juntar 150g de manteiga amolecida e bater ate obter um creme fofo. Seguidamente misturar os 200g de farinha peneirada e, por ultimo, misturar com cuidado as 4 claras batidas em castelo bem firme.

Dividir depois esta massa em 2 partes iguais: numa mistura-se a raspa do vidrado do limao e na outra, mistura-se 100g de chocolate em po ligando-o com muito cuidado.

Untar nem a forma com manteiga e deitar os dois preparados, de chocolate e de limao, em camadas alternadas. Levar depois a cozer em forno pre aquecido a 180 C, durante cerca de 30'. Depois de cozido, deixar arrefecer um pouco e desenformar, colocando-o sobre uma grelha para arrefecer por completo.

Entretanto, para a cobertura, misturar os restantes 50g de manteiga derretida com os restantes 100g de chocolate em po. Levar ao lume ate querer comecar a borbulhar. Cobrir o bolo com este creme

O voo correu dentro da normalidade e, chegada la, tinha um carro a minha espera para me levar aos camarins da sala de espetaculos ondre Andre Rieu iria actuar.

Recebeu-me calorosamente, e apresentou-me a sua linda familia, Marjorie, a mulher, os seus dois filhos Marc e Pierre, e os seus tres netos,  Ivan, Linde e Liek.

Foi-nos servido cha, o bolo foi partido e distribuido e muito elogiado. Entre varias interrupcoes, contou-me ser filho de um musico, ter 5 irmaos, todos musicos, e que aos 5 anos ja tocava violino.

Nasceu em Maastricht, Paises Baixos, e fala com fluencia neerlandes, ingles, frances, alemao, italiano e castelhano. Actualmente frequenta um curso de portugues pois na sua orquestra tem alguns elementos brasileiros. Acha muito dificil as vogais anasaladas, disse-mo, com uma gargalhada franca.

Quando lhe perguntei a razao de nunca ter actaudo em Portugal, respondeu-me com um encolher de ombros. Nunca havia sido contactado nesse sentido.

Senti-me triste por isso.

E pronto, foi chamado. O espectaculo iria comecar. A lotacao estava esgotada, pelo que nao pude assistir ao espetaculo. Mas tive um presente maravilhoso que me ira realizar o sonho de ha muito.

Ao saber a minha ligacao a Glasgow, ofereceu-me bilhetes para assistir ao espetaculo que la ira dar em 7 de Dezembro. Imaginam a minha alegria, do tamanho do mundo.

E, para saborearem a excelencia da actuacao de Andre Rieu, aqui deixo mais um video com uma das cancoes mais belas que conheco.

Enjoy it

E com este convidado, venho participar na 7 edicao do "Convidei para Jantar" desafio lancado pela Anasbageri, cuja anfitria deste mes e a Vera no seu blog Hoje para Jantar com o tema "Idolos Musicais

publicado por Maria às 10:40
02
Out
12

Roti de Porc au Lait,  convenhamos que e um nome muito mais chique para o prato que hoje trago  e e, de facto, o nome que consta no menu do restaurante" Les Halles" propriedade do famoso apresentador do programa televisivo "No Reservations".

Trata-se, como ja devem ter percebido de Anthony Bourdain's que tem um livro publicado com receitas que serve no seu restaurante e ao qual fui buscar esta que vos trago hoje.

E uma forma diferente de confeccionar e apresentar o lombo de porco, ficando um molho leve, aveludado e que combina na perfeicao com o sabor da carne de porco.

Espero que gostem. Ca em casa ja fiz varias vezes.

O que preparar:

  1. 1 lombo de porco com cerca de 1,5Kg;
  2. 1 alho frances ( so a parte branca);
  3. 1 cebola;
  4. 1 dente da alho;
  5. 1 cenoura;
  6. 2 colheres de sopa de azeite;
  7. 1 colher de sopa de manteiga;
  8. 1 colher de sopa de farinha de trigo;
  9. 450ml de leite;
  10. 1 molho de ervas aromaticas a gosto ( pode fazer com salsa, folha de loureiro e estragao, por exemplo);
  11. sal e pimenta a gosto.

Como preparar:

Temperar o lombo de porco com sal e pimenta. Levar uma cacarola ao lume com o azeite e a manteiga. Quando estes estiverem derretidos, selar o lombo em todos os lados retirando-o depois para uma travessa. Na mesma gordura, deitar a cebola picada, o alho frances cortado em fatias finas, o alho bem picado e a cenoura descascada e picada. Deixar caramelizar durante cerca de 5' tendo o cuidado de nao deixar queimar mexendo, para isso, frequentemente. Deitar seguidamente a colher de farinha, mexer e deixar cozer por cerca de 2' continuando com o cuidado de nao deixar queimar ou "pegar" ao fundo da cacarola. Deitar o leite em fio e o ramo de ervas aromaticas. Dixar ferver, durante cerca de 10' e deitar sobre este molho a carne juntamente com todos os sucos que se formaram na travessa onde esteve depositada.

Deixar cozer durante cerca de 1 hora, virando a carne de vez em quando e jogando com o lume de molde ao molho nao queimar ( o leite presta-se a isso). Quando a carne estiver cozinhada, retira-la para um prato de servir e aguardar cerca de 15' ate a cortar em fatias. Este tempo de repouso e para a carne conservar os sucos interiores.

Quanto ao molho, descartar o ramo de ervas e triturar o molho com uma varinha magica ou um outro triturador qualquer.

Verter este molho sobre a carne.

Maos a obra.

publicado por Maria às 08:00
Contador
mais sobre mim
pesquisar neste blog
 
Outubro 2012
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
12
14
16
17
18
20
22
23
25
26
28
29
30
31
últ. comentários
No Amarelo do Colégio Militar as Batatas Fritas sã...
 No Amarelo do Colégio Militar as Batatas Fri...
Minha avó, que cresceu em Mogadouro, muitas vezes ...
pois ! No meu tempo (43/51, chumbei um ano), bat...
Ficou lindo, foi a minha inspiração para o almoço ...
Parece impossível a sra classificar como peixe da ...
è um prato da minha infância, de que guardo record...
O que é maca?
Um correcçãoNão consigo recordar o ano mas seguram...
Top blogs de receitas
blogs SAPO