Bem vindos à Oficina das Papitas. Este meu projecto, tem como principal objectivo ajudar os meus filhos que já não vivem comigo, mas que têm de cozinhar para si próprios. Espero assim poder ajudá-los. Tentarei fazê-lo com muito amor.
Maio 2014
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
11
12
13
14
15
16
17
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31
subscrever feeds
Posts mais comentados
10
Mai
14

 

 

 

 

É com todo o prazer que torno ao meu espaço há algum tempo abandonado, para partilhar convosco mais uma receita, com sucesso garantido. É mais uma participação no simpático grupo Dorie às Sextas.

Hesitei bastante pois, tenho de admitir que doces de banana não são, de todo, os meus favoritos. Mas, li e reli tantos "Mmmmm", em cada participação que entrava que achei que não deveria julgar por antecipação.

E cá está, um bolo muito bom, de fácil execução e que aconselho vivamente.

Segui a receita quase na íntegra, excepto na junção de leite de coco que substitui por iogurte. No final, com o bolo ainda quente, reguei-o com uma calda de rum com laranja. Excelente, creiam-me.

 

O que preparar:

 

2 2/3 chávenas de farinha

1 1/4 colheres de chá de bicarbonato de sódio
1/2 colher de chá de sal
1/2 colher de chá de noz-moscada, ralada no momento
170 gramas (12 colheres de sopa) de manteiga sem sal à temperatura ambiente
1 chávena de açúcar amarelo ou açúcar mascavado
3/4 chávena de açúcar branco
2 ovos grandes, de preferência à temperatura ambiente
1 1/2 colheres de chá de extracto de baunilha
2 colheres de sopa de rum ou de Malibu
1 1/2 - 1 3/4 chávenas de bananas muito maduras, esmagadas (cerca de 4 bananas)
1/2 chávena de leite de coco não açucarado (pode usar-se normal, light ou, alternativamente, leite gordo, buttermilk, nata ácida ou iogurte natural)
1 chávena de coco ralado, de preferência tostado (ou igual quantidade de frutos secos, variedade húmida, como passas, alperces, arandos, mirtilios cerejas, ou combinação de coco e frutos secos)

 

Para a Calda de Rum ( opcional):

 

2 cups de água

2/3 de cup de açúcar

1 laranja

2 colheres de sopa de rum.

 

 

Como preparar:

 

Centrar um tabuleiro o forno e pré-aquecê-lo a 175ºC. Untar com manteiga duas formas circulares de 23 cm (5 cm de altura), polvilhar com farinha e sacudir o excesso. Colocar as formas sobre uma base para biscoitos.
Misturar a farinha, o bicarbonato, o sal e a noz-moscada.
Com uma batedeira de pé, de preferência com a pá (paddle attachment), ou com a batedeira manual numa taça grande, bater a manteiga até ficar cremosa. Adicionar os açúcares e bater em velocidade média durante uns minutos, acrescentando em seguida os ovos um a um e batendo bem entre cada adição. Juntar em seguida o rum e o extracto de baunilha. A massa ficará sedosa. Diminuindo a velocidade, acrescentar as bananas, o que fará com que a massa talhe (o que não tem problema, já que irá ficar bem com os restantes ingredientes). Ainda em baixa velocidade, acrescentar os ingredientes secos e os líquidos alternadamente: a mistura da farinha em 3 vezes e o leite de coco em 2 vezes, começando-se e acabando com os ingredientes secos. Misturar apenas até estar tudo incorporado. Com uma espátula de borracha, envolver gentilmente o coco. Dividir a massa uniformemente pelas duas formas. Levar ao forno durante 45 minutos ou até os bolos estarem num tom castanho-dourado profundo. Deverão começar a despegar-se do lado das formas e uma faca inserida no centro deverá sair seca. Transferir os bolos para uma grade de arrefecimento e deixar arrefecer durante cinco minutos, desenformar e inverter para outro tabuleiro até ficar à temperatura ambiente, com o lado direito virado para cima.

 

Preparação da calda:

 

Levar ao lume, num tachinho, a água, o açúcar e a laranja descascada e cortada em rodelas. Quando começar a ferver, contar 8 minutos. Juntar o rum e contar mais 1 minuto.

Regar o bolo, ainda quente e previamente picado com um garfo com esta calda.

 

Sugestões

 

A Dorie sugere várias alternativas, seguem algumas: cobertura de natas frescas batidas com baunilha, rum ou Malibu e coco tostado OU creme de chocolate OU ganache OU embeber o bolo em xarope de rum OU polvilhar com açúcar em pó ou chocolate em pó, acompanhando com natas batidas ou gelado OU usar o bolo para fazer um sunday.

 

Tradução da Susana Figueiredo.

 

Mãos à obra.

publicado por Maria às 18:12
Contador
mais sobre mim
pesquisar neste blog
 
Maio 2014
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
11
12
13
14
15
16
17
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31
últ. comentários
Ficou lindo, foi a minha inspiração para o almoço ...
Parece impossível a sra classificar como peixe da ...
è um prato da minha infância, de que guardo record...
O que é maca?
Um correcçãoNão consigo recordar o ano mas seguram...
maravilha
maravilha
De facto cavala e sarda não são o mesmo peixe, as ...
Top blogs de receitas
blogs SAPO