Bem vindos à Oficina das Papitas. Este meu projecto, tem como principal objectivo ajudar os meus filhos que já não vivem comigo, mas que têm de cozinhar para si próprios. Espero assim poder ajudá-los. Tentarei fazê-lo com muito amor.
Janeiro 2012
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
Posts mais comentados
31
Jan
12

Aprecio bastante a gastronomia algarvia. Conheço um restaurante em Faro, a Taska, que serve comida tipicamente algarvia como arroz de lingueirão, xarém de conquilhas rico e pobre, raia alhada ( o meu filho mais velho adora), entre outros. Servem também entradas deliciosas como muxama de atum, que a primeira vez que a comi meti na boca como se de presunto se tratasse,:)  biqueirão alimado e anxovado, etc, etc, etc.

 

Um dos pratos que também servem são as sardinhas albardadas com arroz de coentros que já reproduzi em casa várias vezes sempre com algum sucesso.

 

É  um prato muito económico e fácil de preparar como poderão constatar. Senão, vejamos:

 

O que preparar: ( para 4 doses)

 

  1. 8 a 10 sardinhas médias;
  2. 1 limão;
  3. Farinha e ovo batido para panar as sardinhas;
  4. 1 cebola;
  5. 0,5dl de azeite;
  6. 1 dente de alho;
  7. 1 ramo de coentros;
  8. 2 chávenas de arroz carolino;
  9. 4 chávenas de água;
  10. Sal e pimenta a gosto;
  11. Óleo vegetal para fritar as sardinhas.

 

Como preparar:

 

Cortar a cabeça e cauda às sardinhas e retirar-lhes as escamas com os dedos para não as amassar. Com uma faquinha afiada, abri-las longitudinalmente pela “barriga” e retirar-lhes as tripas e a espinha central. É importante que a faca esteja afiada pois assim, este trabalho faz-se facilmente. Temperar o peixe com sal, pimenta e o sumo do limão. Reservar pelo menos 1 hora para tomarem gosto.

 

Aquecer o óleo numa frigideira, passar as sardinhas, uma a uma, pela farinha e depois pelo ovo e fritá-las.

 

Entretanto, para o arroz, levar a cebola picada e o alho ao lume juntamente com o azeite. Deixar frigir um pouco e juntar de seguida os coentros picados. Deixar, novamente, frigir sem deixar queimar e juntar o arroz. Cerca de 2’ depois, juntar a água e deixar ferver. Quando isso acontecer, temperar de sal, mexer, e deixar ferver em lume alto mais 2’. Mexer novamente, baixar o lume e tapar o tacho. Deixar cozer mais 10’ e apagar o lume. O arroz está pronto.

 

Empratar o arroz, as sardinhas e enfeitar com gomos de limão.

 

Quero só referir que o termo albardado se refere ao acto de envolver o elemento que vai a fritar num polme de farinha, ovo e água. Não faço exactamente assim pois julgo que passando o peixe somente por farinha e ovo, separadamente, nesta caso específico, fica mais agradável.

 

Mãos à obra.

 

 

 

publicado por Maria às 08:00
Contador
mais sobre mim
pesquisar neste blog
 
Janeiro 2012
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
últ. comentários
Ficou lindo, foi a minha inspiração para o almoço ...
Parece impossível a sra classificar como peixe da ...
è um prato da minha infância, de que guardo record...
O que é maca?
Um correcçãoNão consigo recordar o ano mas seguram...
maravilha
maravilha
De facto cavala e sarda não são o mesmo peixe, as ...
Top blogs de receitas
blogs SAPO