Bem vindos à Oficina das Papitas. Este meu projecto, tem como principal objectivo ajudar os meus filhos que já não vivem comigo, mas que têm de cozinhar para si próprios. Espero assim poder ajudá-los. Tentarei fazê-lo com muito amor.
Março 2012
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Posts mais comentados
04
Mar
12

Os doces conventuais são a minha perdição. Apesar de ter consciência que são feitos com muitos ovos, muito açúcar, muito de tudo o que não se deve ingerir em excesso, não consigo resistir-lhes.

 

Gosto pois de todos sem excepção, sendo porém a estrela este pudim que hoje trago. Fiz uma breve pesquisa acerca da personagem cujo nome baptizou o pudim, e partilho-a convosco.

  

Manuel Joaquim Machado Rebelo, mais conhecido por Abade Priscos foi um Abade Católico e Gastrónomo português que se destacou pelas suas famosas receitas de culinária, especialmente a do Pudim Abade de Priscos. Foi, segundo vários cozinheiros, um dos maiores cozinheiros portugueses do século XIX.

 

Foi pároco da freguesia de Priscos  em Braga durante 47 anos, e foi lá que desenvolveu a sua veia culinária. Apesar de ser amador na arte da culinária foi, segundo a população local,"um homem de grande paladar".

 

Um dos seus aspectos marcantes era a sua maleta recheada de iguarias e temperos desconhecidos, na qual se julgava estar o seu livro de receitas. No entanto, tal livro nunca foi encontrado. Aliás, segundo relatos das pessoas que conviveram com ele, ele nunca escrevera tal livro, pois, segundo o próprio, as receitas estavam nos seus dedos e paladar.

Chegou a ser apelidado  de "o Papa dos Cozinheiros"

 

Acrescento ainda uma história curiosa que encontrei, entre outras, acerca do Abade de Priscos:

 

"No dia 3 de Outubro de 1887, El-Rei D. Luís I, no norte do País com a Família Real, foi de visita à Póvoa de Varzim. As autoridades locais convidaram o Abade de Priscos para dirigir a cozinha e preparar o régio banquete. Desempenhou-se o Abade da tarefa com tão alto nível que o monarca mandou chamá-lo à sua presença, para o conhecer pessoalmente. D. Luís, notoriamente tido como prático de cozinha, quis saber qual era a composição de certo prato servido, complicado e de sabor delicioso.

 

O Abade sorridente, informou: – Era palha, Real Senhor!

 

– Palha!? – disse o Rei espantado . – Então dá palha ao seu Rei!?

 

O Abade baixou a cabeça a fingir-se de envergonhado e, com sorriso manhoso, esclareceu: – Real Senhor! Todos comem palha, a questão é sabê-la dar… "

 

O que preparar:

 

  1. 500g de açúcar;
  2. 2,5dl de água;
  3. 50g de presunto;
  4. 9 gemas;
  5. 2 ovos inteiros;
  6. 1 casca de limão;
  7. 150g de açúcar que ocupa uma chávena;
  8. Metade da chávena que mediu o açúcar, em água;
  9. 2 colheres de sopa da água.

 

Como preparar:

 

Levar ao lume os 150g de açúcar com a ½ chávena de água. Deixar ferver até alcançar a cor de caramelo, sem deixar queimar. Quando a cor for atingida, juntar as duas colheres de sopa de água, com algum cuidado, pois salpica. Sem mexer para não cristalizar o açúcar, mover o recipiente em movimentos circulares, durante 1’.  Deitar na forma do pudim e deixar arrefecer.

 

Entretanto, para o pudim, levar ao lume os 500g de açúcar com os 2,5dl de água, a casca de limão e o presunto. Quando levantar fervura, contar exactamente 5’ e retirar do lume deixando arrefecer um pouco.

 

Mexer numa taça as gemas e os ovos e juntar em fio a calda arrefecida até ficar bem misturado. Coar o preparado num passador e deitar na forma já forrada com a calda de açúcar em caramelo.

 

Levar ao forno médio, em banho Maria, durante cerca de 50’.

 

Ao fim deste tempo, tirar a forma do lume, deixar arrefecer e desenformar deitando a calda por cima.

 

Mãos à obra.

 

publicado por Maria às 08:00
De Ginja a 4 de Março de 2012 às 12:43
Maria, sua malandreca, aqui a aguçar-me a gula!!!
Eu também sou perdida por doces conventuais, e sim, sei que não pode ser em excesso, mas em ocasiões especiais sabem tão bem. Adoro este pudim e nunca o fiz! Ficou lindo Maria.
Um beijinho.
Um bom domingo.
De Maria a 4 de Março de 2012 às 22:55
Ginja, querida, dasafio-te a fazer o pudim. Como podes verificar não é difícil. E depois sempre tens a compensação de o comeres. Eu, se pudesse, comia-o sózinha!
Beijinhos grandes e obrigada pela tua visita.
Maria
De Leonor a 4 de Março de 2012 às 16:51
Que delícia! E que aspecto tão apetitoso :)
De Maria a 4 de Março de 2012 às 22:53
Leonor, que agradável visita. Fico satisfeita que o pudim te tenha agradado. É de facto delicioso.
Beijinhos da Maria
De Filipa a 4 de Março de 2012 às 18:09
Oh Céusssssssssss!!!!!!!
Isto é uma tentação! Maria este post devia ser considerado SPAM :P
Quero uma fatia para mim:)
E obrigada pela história. Adorei!
bjo muito doceeeeeeeeee:*
De Maria a 4 de Março de 2012 às 22:52
Pipinha querida, ri-me com essa do spam. Este pudim é mesmo delicioso.Experimenta fazer pois é de fácil confecção.
Beijinhos da Maria
De Gisela a 4 de Março de 2012 às 21:40
Os doces conventuais são uma verdadeira delicia, mas tão calóricos que até fujo deles.
Adorei o aspecto deste pudim.
Um beijinho e obrigada pela história
De Maria a 4 de Março de 2012 às 22:50
Gisela, querida,
Os doces conventuais são calóricos mas não têm rival.Depois de postar esta receita, a minha irmã chamou-me a atenção para o facto deste pudim ser um dos candidatos, na secção de doces, às 7 maravilhas da gastronomia portuguesa.
Põe um bocadinho os remorsos de lado e experimenta fazer. Tenho a certeza que vais adorar.
Beijinhos grandes da Maria
De Bombom a 4 de Março de 2012 às 23:58
Olá Maria. Como te compreendo! Também gosto muito de doces conventuais, mas infelizmente, não me posso tentar muito, por causa da visícula e do colesterol. Mas se os não tens, aproveita de vez em quando para não não perderes a linha!
Fico à espera de novidades com a Geléia de Vinho do Porto. Fica uma delícia! Bjs. Bombom
De Maria a 5 de Março de 2012 às 20:55
Bombom, que agradável visita! Andava triste com a tua ausência...
Pois, de facto não podemos abusar dos doces conventuais mas que são uma tentação, isso são.
Quanto à geleia, vou experimentá-la no fim de semana e depois postarei aqui. Avisar-te-ei quando isso acontecer.
Um beijinhos carinhoso da Maria e obrigada pela visita.
De gina a 5 de Março de 2012 às 01:52
MARIA,QUE LOUCURA DE PUDIM É ESSE???????FIQUEI OLHANDO A FOTO PARALISADA. SENTINDO UMA PROFUSÃO DE SABORES!! POR ESSE EU ENGORDO FÁCIL E SEM REMOSSOS....LINDAS FOTOS, DELICIOSA RECEITA, VC ME DEIXOU SEM AÇÃO.SÓ DEGUSTANDO ESSAS FOTOS....QUE MALDADE QUERIDA AMIGA, ISSO NÃO SE FAZ!!!RSRS MUITOS BEIJINHOS GINA
De belinhagulosa a 5 de Março de 2012 às 07:48
mas que pudim maravilhoso amiga...que lindo....desculpa a minha ausência....bjokitas
De Maria a 5 de Março de 2012 às 20:57
Belinha, estava mesmo a estranhar a tua ausência pois habituei-me aos teus doces comentários.
Volta sempre pois gosto das tuas visitas.
Beijinhos grandes da Maria
De lia a 5 de Março de 2012 às 13:06
Que engraçada história. Não conhecia este "Papa dos cozinheiros" e por isso é que os blogues são, entre outras, uma fonte de surpresas.
Adorei o aspecto do pudim e com o sabor da infusão do presunto, deve ficar bem interessante.
Beijinhos e boa semana para si,
Lia.
De Maria a 5 de Março de 2012 às 20:59
Lia, mais uma visita agradável. Dou-te razão acerca dos blogs serem uma partilha de receitas e de informações para além da culinária.
Quanto ao pudim, eu sou suspeita porque é a minha sobremesa predilecta mas, de facto, é uma delícia. Para além disso, está entre os candidatos às 7 maravilhas gastronómicas portuguesas.
Beijinhos da Maria
De Mena Lopes a 21 de Fevereiro de 2013 às 20:38
É sempre tão bom aprender mais um bocadinho! E sempre que passo por aqui fico enriquecida de duas maneiras Maria. Com os que nos contas e com as receitas.
Que pedaço de tentação!!! E essa fatia tão perfeitinha? Não ha mesmo quem se resista!
Um beijinho doce, como esse pudim!

Contador
mais sobre mim
pesquisar neste blog
 
Março 2012
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
últ. comentários
pois ! No meu tempo (43/51, chumbei um ano), bat...
Ficou lindo, foi a minha inspiração para o almoço ...
Parece impossível a sra classificar como peixe da ...
è um prato da minha infância, de que guardo record...
O que é maca?
Um correcçãoNão consigo recordar o ano mas seguram...
maravilha
maravilha
Top blogs de receitas
blogs SAPO