Bem vindos à Oficina das Papitas. Este meu projecto, tem como principal objectivo ajudar os meus filhos que já não vivem comigo, mas que têm de cozinhar para si próprios. Espero assim poder ajudá-los. Tentarei fazê-lo com muito amor.
Março 2012
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
Posts mais comentados
06
Mar
12

Este prato que hoje trago é muito agradável, e isso percebe-se, imediatamente, pelos ingredientes constituintes. Foi feita com base numa receita publicada pelo Chef José Avillez e portanto, soube de antemão, que o sucesso seria garantido. E foi, de facto.

 

O que preparar:

 

  1. 4 tranches de pescada;
  2. 400g de amêijoas;
  3. Um molhinho de poejos;
  4. Um molhinho de coentros;
  5. 4 fatias de pão alentejano;
  6. 2 dentes de alho laminados;
  7. 0,5 dl de vinho branco;
  8. Azeite, sal e flor de sal a gosto.

 

Como preparar:

 

Lavar bem as amêijoas em várias águas. Deixá-las de molho em água temperada com sal ( 20g /litro), de véspera ou, no mínimo, durante 2 horas.

 

Numa caçarola grande, levar ao lume o azeite e os dentes de alho laminados. Acrescentar as amêijoas, mexer um pouco e refrescar com o vinho branco. Deixar evaporar o vinho e tapar a caçarola, sacudindo-a ocasionalmente, até as amêijoas abrirem todas.

 

Retirar as amêijoas da caçarola e acrescentar ao líquido que se formou, um pouco de água. Corrigir os temperos com sal e acrescentar as tranches de pescada. Deixar cozinhar lentamente em lume brando com o tacho tapado. Quando estiver quase pronto, acrescentar os poejos e os coentros, picados grosseiramente, assim como as amêijoas.

 

Colocar uma fatia de pãp alentejano em cada prato e servir a pescada com as amêijoas por cima do pão. Regar com o caldo. Finalizar com um pouco de flor de sal sobre as tranches de pescada e servir de imediato.

 

Mãos à obra.

 

publicado por Maria às 08:00
De Ginja a 6 de Março de 2012 às 11:53
Fico rendida a este tipo de pratos, que tão bem nos mostram a nossa cozinha portuguesa. O pão alentejano, o peixe e as ameijoas, os coentros e os poejos, a riqueza de sabores. Muito bem Maria!
Um beijinho.
De Maria a 7 de Março de 2012 às 17:28
Ginja, fico feliz por te ter agradado. Este prato é, de facto, uma boa representação de paladares portugueses.
Beijinhos grandes
Maria
De Bombom a 6 de Março de 2012 às 15:14
Olá Maria! Que prato delicioso nos trazes hoje! A pescada e as ameijoas já deixam o perfume na cozinha, mas ainda por cima com os poejos e os coentros, até rescendem! Ah, e o pãozinho alentejano...oiro sobre azul! Gostei muito e não tardará a aparecer na minha cozinha também. Nesse dia, vou-me lembrar de ti e do Chef Avilez, claro. Bjs. Bombom
De Maria a 7 de Março de 2012 às 17:32
Querida Bombom,
Que bom ter-te agradado este prato! Será uma honra se reproduzires esta receita. Fico encantada se nessa altura, tiver um bocadinho do teu pensamento.
Beijinhos da
Maria
De Bombom a 6 de Março de 2012 às 15:20
Já me esquecia! Para tirar a areia das ameijoas, junta-se uma colher de farinha de trigo na água e deixa-se por umas horas (eu deixo no frigorífico de um dia para o outro). Foi uma vendedora da praça da Amadora que me ensinou há muitos anos e resulta. Bjs. Bombom
De Maria a 7 de Março de 2012 às 17:33
Bombom, sempre com conselhos muito úteis. Muito obrigada e podes estar certa que o aproveitarei.
Beijinhos da Maria
De gina a 6 de Março de 2012 às 18:14
MARIA QUERIDA, MAIS OUTRA SAUDÁVEL E GOSTOSA RECEITA COM PEIXE, É DE FICAR BABANDO AQUI DO OUTRO LADO!!!! MIL BEIJINHOS DA GINA
De Maria a 7 de Março de 2012 às 17:34
Gina querida,
Estou ciente que não podes comer pescada mas poderás fazer com qualquer peixe do rio.
Beijinhos da Maria
De lia a 6 de Março de 2012 às 19:14
Olá Maria,
Tenho essa revista e adoro as receitas do João Avillez. Não é ã toa que é o considerado um, senão melhor, Chefe português.
Esse prato ficou uma tentação de lindo e, imagino, de delicioso.
Beijinhos,
Lia.
De Maria a 7 de Março de 2012 às 17:36
Lia, se tens a revista, podes reproduzir qualquer das receitas pois são deliciosas. Esta é das minhas favoritas pois tem ingredientes que muito aprecio.
Beijinhos da Maria
De Helena a 7 de Março de 2012 às 02:27
E agora Maria? Aqui não há ameijoas nem pão alentejano ( que saudades do pão de uma padaria em Melides)
Uma provocação saborosa :)
um beijo
De Maria a 7 de Março de 2012 às 17:42
Helena, confesso que desde jovem sempre tive uma pontinha de inveja das pessoas que tinham a coragem de ir viver para outro qualquer país que não Portugal.
Porém, interrogo-me se seria capaz de resistir à ausência dos nossos sabores tão portugueses, entre outras coisas.
Constato pelos teus comentários, que é muito difícil, apesar de perceber que de vez em quando tens oportunidade de vires matar saudades.
Beijinhos da
Mria
De Helena a 8 de Março de 2012 às 00:46
Maria
Não é dificil porque aqui também há muita coisa boa por descobrir. E como sou uma curiosa quanto aos alimentos este país é o ideal pela diversidade. A maior dificuldade é o leite que tem um sabor péssimo. Não bebo leite, mas como queijo, iogurte, manteiga e natas.Sendo derivados do leite têm um sabor francamente mau. Só ainda resolvi a manteiga, compro uma argentina razoável. Sempre que vejo uma marca que não conheço compro, ainda tenho esperança :)
Um beijo

PS- A vida do emigrante moderno (qualificado) não é dificil como no passado :)

De Maria a 8 de Março de 2012 às 20:39
Helena,
É claro que não deverá ser difícil porque cada região tem os seus encantos gastronómicos.
Relativamente à emigração actual, concordo plenamente até porque tenho dois filhos fora de Portugal que foram para estudar e não querem voltar. Nem se consideram emigrantes, tão pouco.Pessoalmente, já tinha ido ter com eles se estivessem numa zona mais quentinha. Mas, qualquer dia, irei mesmo pois não faz qualquer sentido viver afastada dos que mais amo.
Beijos
Maria
De Claúdia Martins a 13 de Março de 2012 às 11:45

Um prato muito agradável, rápido e fácil de se fazer. Gostamos muito :)
Obrigada. Beijinhos.
De Maria a 13 de Março de 2012 às 21:22
Se tivesses tirado foto,postá-la-ia aqui.
Beijinhos

Contador
mais sobre mim
pesquisar neste blog
 
Março 2012
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
últ. comentários
Parece impossível a sra classificar como peixe da ...
è um prato da minha infância, de que guardo record...
O que é maca?
Um correcçãoNão consigo recordar o ano mas seguram...
maravilha
maravilha
De facto cavala e sarda não são o mesmo peixe, as ...
Hoje dia 03 de Março de 2015 fui à procura de uma ...
Top blogs de receitas
blogs SAPO