Bem vindos à Oficina das Papitas. Este meu projecto, tem como principal objectivo ajudar os meus filhos que já não vivem comigo, mas que têm de cozinhar para si próprios. Espero assim poder ajudá-los. Tentarei fazê-lo com muito amor.
Julho 2012
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
11
13
15
16
17
19
20
21
23
24
25
26
27
28
29
30
31
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Posts mais comentados
05
Jul
12

Acreditam que só há relativamente pouco tempo é que descobri que cavalas e sardas se tratam afinal do mesmo peixe? Conhecia as sardas mas achava que nunca havia comido cavalas.

Certo dia, com um ar muito empertigado de quem sabe do que está a falar, perguntei ao senhor da banca do mercado se  me arranjava cavalas. Ele, com ar de comiseração apenas apontou para o peixinho que eu conhecia como sarda e disse:

- Tenho ali, minha senhora, quantas quer?

E pronto, a partir desse dia, fiquei um pouco mais culta J.

A receita que vos trago hoje, foi adaptada, mais uma vez, de uma receita do Chef José Avillez. É simplicíssima de confecionar e resulta num prato muito saboroso..

O que preparar:

  1. 4 cavalas médias;
  2. 1 cebola roxa;
  3. 1 pimento vermelho;
  4. 2 colheres de sopa de molho de soja;
  5. 1 colher de sopa de gengibre fresco, ralado;
  6. 1 haste de erva príncipe ( eu usei 4 colheres de sopa de efusão de folhas secas de erva príncipe, pois era o que tinha);
  7. 2 colheres de sopa de vinagre de arroz;
  8. 1 dl de azeite;
  9. Sal e pimenta a gosto.

Como preparar:

Retirar os filetes às cavalas/sardas e limpar de espinhas. Reservar no frigorífico.

Cortar a cebola roxa em meias luas bem finas e o pimento em juliana ( tiras fininhas).

Num fio de azeite saltear a cebola, acrescentar o pimento, temperar com sal e pimenta e refrescar com o vinagre de arroz.

Numa frigideira anti-aderente, num fio de azeite bem quente, saltear as cavalas/sardas apenas num dos lados, com a pele virada para cima.

Acrescentar o gengibre, a erva príncipe ou o chá, e o molho de soja. Deixar caramelizar ligeiramente e virar as cavalas/sardas por 30” apenas. Retirar o peixe  e servi-lo sobre os legumes.

Mãos à obra.

 

publicado por Maria às 08:00
De Ginja a 5 de Julho de 2012 às 17:10
Querida Maria,
eu adoro cavala embora por cá coma pouco. Gosto de grelhar e cozer com azeite e alho.
Esta tua receita deve ser deliciosa como toque do gengibre.
Olha, eu na faculdade aprendi que cavala e sarda são dois peixes diferentes, a cavala é a que tem as pintas e a sarda tem mais riscas na pele. Era a maneira de distinguir. Mas na prática só comi cavalas mesmo. Nunca me lembro de ter comido sardas.
Beijinho.
De Maria a 5 de Julho de 2012 às 19:16
Ginja, não me baralhes mais :(
Se há essa distinção, as sardas deviam ser as das pintinhas ,não?
Bem, afinal não sei se ando a comer sardas se cavalas pois só vejo que têm manchas e nunca me lembrei de ver em pormenor as suas formas.
Bem, a partir de agora, tomarei mais atenção e se o senhor do mercado chamar cavalas às sardas ou vice versa, já constestarei com um ar mais entendido:)
Beijinhos grandes
Maria
De Ginja a 6 de Julho de 2012 às 15:36
Eu fixei isso tão bem por ser exactamente ao contrário do esperado.
As sardas têm riscas e as cavalas é que têm sardas. Achei piada e nunca mais me esqueci.
Mas se estiver a dizer algum erro, a culpa é do meu professor de inspecção!!
Beijinho grande querida.
De Maria a 6 de Julho de 2012 às 17:03
Bem, Ginja, agora e à custa do teu prof. de inspecção, também fixei a diferença. Quando for ao mercado,lá vou eu para a banca das cavalas/sardas.
No fim desta confusão toda, ainda vem a Mané chamá-las de sardinhas:)))
Beijinhos grandes e bom fim de semana.
Maria
De Mané a 6 de Julho de 2012 às 18:36
PObre Maria
Eu chamo-lhe sardinha (confesso que estou mal) e agora vem a Ginja e faz estas distinção de mulher sabida na matéria...)
Pobre Maria mesmo (só te fazemos maldades :) :) :) :)
Beijinho
De Maria a 6 de Julho de 2012 às 22:48
Pelo que percebo, ela é mesmo entendida em bichinhos. Veterinária é isso mesmo. Qualquer dia, fazemos um workshop  e ela fala de bichinhos e eu de plantinhas. Como a minha avó dizia, cada macaco no seu galho:))



De gina a 5 de Julho de 2012 às 19:47
Querida amiga Maria.
Como nunca comi nem cavalas nem sardas, não sei distinguí-las, mas acredito que as sardas devam ser pintadinhas como o nome diz ah!ah!  Como não sabia o que era erva príncipe fui perguntar ao titio google e descobri que aquí se chama "capim santo", por dar muito nas beiras das estradas e nos campos.....Agora já posso fazer com o meu peixinho de rio...Adorei a receita...Beijinhos sem sardas da amiguinha GinaImage
De Maria a 5 de Julho de 2012 às 22:25
Gina querida,
As cavalas ou sardas ou seja lá o que eu tenho comido, é um peixe firme, de carne "branca" e muito rico em ómega 3. É muito saboroso cozido com azeite, alho e cebola crua, como refere acima a Ginja.
Desta forma que apresento é igualmente muito saboroso. A cavala é usada para conservas e fica muito saborosa em saladas, dip, etc. Bem, mas não podes comer o bichinho portanto é melhor fazeres a receita com peixinho do rio.
Quanto à erva príncipe, eu vivi a minha infância em África e lá era muito vulgar. A minha mãe tinha no quintal e ainda hoje tenho bem presente o cheirinho que emanava das minhas mãos quando passava os dedos por uma folhinha. Enfim, tempos distantes.
Aqui em Portugal só encontro folhas secas com as quais faço o chá que mais aprecio. Foi esse chá que usei em substituição das erva verde. 
Beijinhos minha amiga e obrigada, mais uma vez, pelos seus rasgados elogios.
Maria
De Mané a 6 de Julho de 2012 às 00:04
Vim aqui para comer uma sopinha e afinal tenho as sardinha
"Maria
Que valente gargalhada me fizeste dar (sabes que eu tb me sinto xéxé não te preocupes).
Eu vou experimentar a tua sopa e tu para a proxima compra poejo ih ih ih
Bjs"
Continuaçao de b ferias
De Maria a 6 de Julho de 2012 às 17:04
Mané, vieste atiçar a confusão. Eu aqui "aflita" para tentar diferenciar sardas e cavalas e tu vens chamar sardinhas??? Desisto...
Beijinhos grandes
Maria
De Mané a 6 de Julho de 2012 às 18:38
Obrigada por me fazeres rir...OBRIGADA MESMOImage
De Maria a 6 de Julho de 2012 às 22:45
Olha Mané, mas amanhã vai sair uma receita tua. e desta vez fiz tudo direitinho :)))
Obrigada pelo teu post e por me teres deixado "roubar".
Beijinhos e bom fim de semana
Maria
De Mário Carreira a 12 de Julho de 2012 às 17:31

Quer a Maria quer a Ginja têm razão. Do ponto de vista taxonómico são peixes aparentados mas diferentes. No mercado, principalmente, nos últimos anos, cavala e sarda são a mesma coisa, sendo em geral cavala aquilo que se vende. Na minha infância, pelo menos em Lisboa, o nome mais comum era sarda e a minha avó distinguia ambas. Por razões que desconheço hoje só encontro à venda cavalas a que chamam indistamente cavala ou sarda, embora o nome sarda já seja raro ser usado.
De Maria a 12 de Julho de 2012 às 22:55
Olá,
Pois, quando era mais nova, a minha mãe só falava em sardas e apreciava-as imenso cozidas com azeite. Comia-as até com um certo deleite.
Como ouvia falar em cavalas e até tinha algumas receitas para as confeccionar, tentei encontrar o peixe, nunca julgando que eram tão parecidas com as que eu conhecia como sardas. Enfim, já
estou esclarecida e quer sejam cavalas, quer sejam sardas, são ambas muito saborosas.Obrigada pela visita e pelo comentário.
Cumprimentos
Maria
De rui a 7 de Setembro de 2012 às 15:58
Embora no sabor sejam semelhantes, sardas e cavalas são espécies diferentes.
De Susana Rolo a 18 de Setembro de 2014 às 17:39
Um pescador ensinou-me a distinguir cavalas de sardas da seguinte forma: a cavala (que tem 6 letras) tem 6 «piquinhos» em cima, nas «costas», a sarda (que tem 5 letras no nome) tem 5 «piquinhos» nas «costas»
De Ana a 18 de Junho de 2015 às 18:50
De facto cavala e sarda não são o mesmo peixe, as riscas na pele são diferentes e a cabeça também 😊

Contador
mais sobre mim
pesquisar neste blog
 
Julho 2012
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
11
13
15
16
17
19
20
21
23
24
25
26
27
28
29
30
31
últ. comentários
pois ! No meu tempo (43/51, chumbei um ano), bat...
Ficou lindo, foi a minha inspiração para o almoço ...
Parece impossível a sra classificar como peixe da ...
è um prato da minha infância, de que guardo record...
O que é maca?
Um correcçãoNão consigo recordar o ano mas seguram...
maravilha
maravilha
Top blogs de receitas
blogs SAPO