Bem vindos à Oficina das Papitas. Este meu projecto, tem como principal objectivo ajudar os meus filhos que já não vivem comigo, mas que têm de cozinhar para si próprios. Espero assim poder ajudá-los. Tentarei fazê-lo com muito amor.
Junho 2014
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
11
13
15
16
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
29
Dez
11

 

Cada região do nosso país tem os seus costumes, tradições e culinária muito característica. É isso que torna Portugal um país tão rico, tão diversificado e tão atraente.

A zona da Caparica não é excepção à regra. Os conhecidos comeres caparicanos como a caldeirada de peixe que vai a concurso, anualmente, o arroz de pimentos com filetes de peixe galo, entre outros, são iguarias que qualquer pessoa devia experimentar.

Outra comida típica desta região é este esparguete com mexilhões, que hoje apresento. É muito, mas mesmo muito saboroso e também muito económico.

 

 

O que preparar:

 

  1. 1,5Kg de mexilhões frescos;
  2. 150g de esparguete;
  3. 1 dl de azeite;
  4. 4 dentes de alho;
  5. 1 ramo de coentros;
  6. sal e pimenta a gosto.

 

Como preparar:

 

Limpar bem os mexilhões, tirando aquela espécie de barba que trazem. Os que estiverem abertos, deverão ser dispensados.

Levar os mexilhões ao lume em tacho tapado, para abrirem. Quando isso acontecer, desligar o lume. Passar por um passador a calda que se formou e retirar os mexilhões das conchas. Reservar.

Numa panela levar água a ferver e cozer o esparguete sem ficar demasiado cozido, pois fica desagradável. Escorrer a água do esparguete, e deitar neste os mexilhões, bem como o caldo reservado.

Levar ao lume brando, mexendo ocasionalmente para o esparguete ir absorvendo o caldo.

Levar uma frigideira ao lume com o azeite e o alho picado. Deixar fritar sem queimar e deitar os coentros picados. Deixar fritar cerca de 2’ e verter este preparado no esparguete. Temperar com sal e pimenta.

 

 

Servir em seguida. Delicioso.

 

Mãos à obra. 

publicado por Maria às 17:30
02
Dez
11

 

 

 

O frango com mexilhões é uma verdadeira delícia e dado que o mexilhão é, normalmente, acessível, pode-se preparar sem grandes dispêndios esta receita.

 

O que preparar:


1.        Um frango partido em bocados ( eu usei coxas);

2.        Sumo de ½ limão;

3.        1Kg de mexilhões;

4.        1 dl de azeite ( 5 a 6 colheres de sopa);

5.        1 cebola;

6.        2 dentes de alho;

7.        2 bons tomates maduros;

8.        1 colher de chá de colorau;

9.        1 raminho de salsa;

10.     1 folha de louro;

11.     1,5 dl de vinho branco ( 1 copo e meio);

12.     1 colher de chá de farinha de trigo;

13.     Sal e pimenta a gosto ( esta em grão);

14.     80g de banha.

 

Como preparar:


Temperar o frango com metade do vinho branco, sal, pimenta e sumo de limão. Deixando assim algumas horas ou de um dia para outro no frigorífico. Quanto ao mexilhões, lavá-los bem raspando o calcário bem como qualquer impureza e arrancar aquela espécie de barba que trazem. Depois de muito bem limpos, lavá-los em várias águas frias.

Descascar a cebola e cortá-la  em meias luas. Picar os dentes de alho. Atar a salsa e a folha de louro com um fio num pequeno ramo de cheiros. Tirar o pé ao tomate e picá-lo.

Numa frigideira, levar a banha ao lume e alourar nela os pedaços de frango de modo a que fiquem bem lourinhos.

Num tacho largo, refogar no azeite o alho e a cebola picados e a pimenta em grão. Logo que comece a alourar, juntar o tomate e o colorau e deixar refogar cerca de 2”. Juntar em seguida os mexilhões, mexer, e tapar deixando ao lume cerca de 8” ou um pouco mais até que abram bem ( os que não abrirem, não são aprovetáveis).Agitar o tacho ocasionalmente.

Depois dos mexilhões abertos, retirá-los com uma escumadeira mas sem retirar qualquer molho. Retirar os mexilhões das cascas.

Juntar o frango frito ao molho onde abriram os mexilhões, espalhar a colher de farinha, mexer com cuidado, juntar o vinho branco, tapar e deixar cozer neste molho.

Depois de cozido o frango ( cerca de 30”), juntar os mexilhões, rectificar os temperos de sal e juntar piri piri, se gostarem.

Deixar ferver mais 1” e fritar em óleo quente triângulos de pão para acompanhar.

Servir polvilhado de salsa e acompanhado do pão frito e arroz branco

 

Mãos à obra

publicado por Maria às 18:16
Contador
mais sobre mim
pesquisar neste blog
 
Junho 2014
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
11
13
15
16
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
últ. comentários
Ficou lindo, foi a minha inspiração para o almoço ...
Parece impossível a sra classificar como peixe da ...
è um prato da minha infância, de que guardo record...
O que é maca?
Um correcçãoNão consigo recordar o ano mas seguram...
maravilha
maravilha
De facto cavala e sarda não são o mesmo peixe, as ...
Top blogs de receitas
blogs SAPO