Bem vindos à Oficina das Papitas. Este meu projecto, tem como principal objectivo ajudar os meus filhos que já não vivem comigo, mas que têm de cozinhar para si próprios. Espero assim poder ajudá-los. Tentarei fazê-lo com muito amor.
Junho 2014
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
11
13
15
16
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds
Posts mais comentados
7 comentários
4 comentários
06
Set
13

E um delicioso petisco chegou para a mesa da festa. Uma saborosa salada de polvo ou pica garfo que a Patrícia, do maravilhoso Foodwithameaning nos trouxe. Obrigada Patrícia por tão saboroso presente. Cá em casa gostamos imenso de polvo. Os fifis irão deliciar-se com esta tua sugestão. Até dia 21.

publicado por Maria às 12:39
18
Jun
13
Gosto imenso de polvo. Cozido, em arroz, em saladas, com molho verde e, também, desta forma, à lagareiro. Apesar de o apreciar bastante sempre tive dificuldade num resultado macio após a cozedura. Já usei todos os truques que possam imaginar mas cheguei à conclusão que tem a ver com o tipo de bicho e não com os malabarismos de o bater antes de entrar na panela, de o congelar antes de o cozer, de deixar cozer um tempo exacto sem mais nem menos um minuto, de o cozer na panela de pressão, eu sei lá!
De qualquer forma, continuo-o a congelar antes de o cozer e tento ficar atenta enquanto coze para controlar a maciez. Acontece que por vezes nunca chega a atingir o ponto desejado mas pronto, vou tentando pois algumas dessas vezes tenho sorte como foi o caso do bichinho de oito tentáculos que vos trago hoje.
O azeite que utilizei é de fabrico artesanal e foi-me gentilmente oferecido pela minha recente mas muito querida amiga Elia Magro. Obrigada amiguinha por esta iguaria.
O que preparar:
  1. 1 polvo com cerca de 1,500Kg;
  2. 6 batatas novas, de tamanho médio;
  3. 1 dl de azeite de boa qualidade;
  4. 4 dentes de alho inteiros;
  5. 1 cebola grande;
  6. salsa, pimenta e sal a gosto.

Como preparar:

Antes de tudo, e como disse em cima, lavar o polvo muito bem e congelá-lo. No dia seguinte cozê-lo com um fio de azeite e um copo de água, até ficar tenro - não juntar sal. Não utilizo a panela de pressao pois a nossa relação não é das melhores.

Lavar muito bem as batatas e, se forem grandes, cortá-las em fatias grossas. Colocá-las num tabuleiro de forno, temperar com sal e um fio de azeite e levar ao forno a 200ºC cerca de 30 minutos. Após esse tempo e se as batatas estiverem macias, colocar por cima o polvo previamente cozido e cortado por forma a terem sido separados os tentáculos. 

Numa panelinha levar ao lume o azeite e os dentes de alho e aquecer bem sem deixar queimar aqueles. Verter por cima das batatas e polvo, polvilhar com salsa e temperer com pimenta.

Levar ao forno cerca de 20 minutos.

Mãos à obra.

publicado por Maria às 19:20
28
Nov
12

O que preparar:

  1. 400g de arroz preparado a crioula;
  2. 60g de manteiga;
  3. 1 dl de azeite;
  4. 2 dentes de alho picados;
  5. 1 cebola picada;
  6. 1 folha de loureiro;
  7. 1 colher de cha de farinha de trigo;
  8. 2 dl de vinho tinto;
  9. 1 colher de sopa de polpa de tomate;
  10. 1 polvo com cerca de 1 Kg;
  11. salsa picada, sal e pimenta a gosto;
  12. triangulos de pao frito em azeite ( opcional).

Como preparar:

Limpar o polvo, abrindo o saco e retirando toda a sujidade. Lava-lo bem e congela-lo. Depois de congelado, levar ao lume, com um fio de azeite, 1/2 cebola com casca e 3 ou 4 graos de pimenta preta. Depois de comecar a ferver o caldo que se forma, baixar o lume e deixar cozer 20 a 30', conforme a dureza do polvo. Depois de cozido, retirar do lume e aproveitar o caldo da cozedura.

Cortar o polvo em pedacinhos com cerca de 2cm ( eu corto com tesoura).  Fazer um refogado com a cebola, alho, folha de loureiro e azeite. Logo que a cebola comece a lourar, juntar a farinha, mexer bem e juntar de seguida, a pouco e pouco o vinho tinto e a polpa de tomate, mexendo sempre. Adicionar de seguida o polvo. Deixar ferver cerca de 5' para apurar, mexendo para nao pegar. Rectificar temperos.

Fazer uma coroa com o arroz e colocar o polvo no centro. Polvilhar com salsa, picada grosseiramente. Acompanhar com fatias de pao frito em azeite.

O arroz a crioula faz-se levando a cozer o arroz em agua abundante e fervente, temperada com sal, e deixando cozer durante 15'. Ao fim deste tempo, escorrer num passador o arroz e leva-lo debaixo da torneira deitando jactos de agua fria, para parar a cozedura. Deixar escorrer bem e passa-lo para uma taca. Juntar a manteiga e mexer ate esta derreter. Esta pronto a ser utilizado.

Maos a obra.


Receita do Chefe Silva

tags:
publicado por Maria às 08:00
Contador
mais sobre mim
pesquisar neste blog
 
Junho 2014
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
11
13
15
16
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
últ. comentários
pois ! No meu tempo (43/51, chumbei um ano), bat...
Ficou lindo, foi a minha inspiração para o almoço ...
Parece impossível a sra classificar como peixe da ...
è um prato da minha infância, de que guardo record...
O que é maca?
Um correcçãoNão consigo recordar o ano mas seguram...
maravilha
maravilha
Top blogs de receitas
blogs SAPO