Bem vindos à Oficina das Papitas. Este meu projecto, tem como principal objectivo ajudar os meus filhos que já não vivem comigo, mas que têm de cozinhar para si próprios. Espero assim poder ajudá-los. Tentarei fazê-lo com muito amor.
Fevereiro 2012
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds
Posts mais comentados
13
Fev
12

 

"Nunca discutas com um idiota. Ele arrasta-te até ao nível dele.. e depois vence-te em experiência!"{#emotions_dlg.blink}

Adágio popular

 

 

 

Este é um daqueles pratos que nem devia ser postado, pois não é novidade para ninguém. Até o meu filho de 8 anos o sabe fazer.

 

Porém, a intenção é lembrar os mais velhos porque eu sei que as alternativas fáceis e rápidas ficam esquecidas e, se chegam a casa tarde e sem tempo, a tendência é meter uma pizza pré confeccionada no forno, com a promessa que será só dessa vez. O pior é que ouço essas promessas demasiadas vezes!

 

O que preparar:

 

  1. 250g de feijão frade, seco;
  2. 4 latas de atum;
  3. 4 ovos;
  4. Alho, pimenta, salsa azeite e vinagre a gosto.

 

Como preparar:

 

De véspera, colocar o feijão numa taça, cobri-lo de água, e deixar de molho.

 

No dia seguinte, colocar uma panela com água com sal ao lume e, quando começar a ferver, deitar o feijão e deixar cozer entre 15 a 20’.

 

Colocar noutra panela os ovos em água com sal e depois de começar a ferver, contar 10’; Estão cozidos. Deitar os ovos em água fria para serem mais facilmente descascados.

 

Escorrer o feijão e deixar arrefecer numa taça de ir à mesa. Quando estiver frio, deitar por cima o atum previamente escorrido e desfeito com um garfo. Misturar com delicadeza.

 

Descascar os ovos e parti-los em rodelas. Deitar no preparado anterior.

 

Picar uma cebola pequena, um raminho de salsa e 2 dentes de alho. Deitar no preparado anterior.

 

Temperar com azeite e vinagre a gosto e reservar até À hora de servir.

 

Pote ser conservado no frigorífico coberto com uma folha de alumínio, se for preparado com antecedência.

 

Há quem utilize feijão em conserva mas eu acho que não tem nada a ver com o feijão seco demolhado e cozido em casa; o prato fica bastante melhor. E, afinal, não custa nada cozer o feijão.

 

Mãos à obra.

 

publicado por Maria às 08:00
mais sobre mim
pesquisar neste blog
 
Fevereiro 2012
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
últ. comentários
nossa que receita maravilhosa Amei seu blog BJO? (...
I wanted to thank you for this excellent read<a...
No Amarelo do Colégio Militar as Batatas Fritas sã...
 No Amarelo do Colégio Militar as Batatas Fri...
Minha avó, que cresceu em Mogadouro, muitas vezes ...
pois ! No meu tempo (43/51, chumbei um ano), bat...
Ficou lindo, foi a minha inspiração para o almoço ...
Parece impossível a sra classificar como peixe da ...
è um prato da minha infância, de que guardo record...
O que é maca?
blogs SAPO