Bem vindos à Oficina das Papitas. Este meu projecto, tem como principal objectivo ajudar os meus filhos que já não vivem comigo, mas que têm de cozinhar para si próprios. Espero assim poder ajudá-los. Tentarei fazê-lo com muito amor.
Março 2012
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds
Posts mais comentados
15
Mar
12

Os nachos são uma comida popular mexicana, que consiste em tortilhas de milho crocantes, em forma triangular que, cobertas com queijo e pimenta vão ao forno.

 

Surgiram em meados do século XX na cidade mexicana Pedras Negras onde eram servidas num pequeno restaurante para saciar a fome aos forasteiros e veraneantes.

 

Foi levada para os Estados Unidos por uma empregada de cozinha, onde foi bastante popularizado.

 

Em Pedras Negras é celebrado o dia internacional do nacho em 21 de Outubro, sendo o filho do seu criador o provador oficial dos nachos que vão a concursos, realizados nesse dia.

 

Apesar da receita original ser simples, ao longo dos anos tem havido variações e é uma delas que trago hoje aqui para partilhar.

 

É um prato magnífico e tenho a certeza que muito irão apreciar. Cá em casa foi eleito um dos favoritos.

 

O que preparar:

 

  1. 450g de carne picada;
  2. 2 cebolas;
  3. 3 dentes de alho;
  4. 0,5dl de azeite;
  5. 1 pimento serrano;
  6. 2 vagens de chili ( malagueta vermelha);
  7. 1 colher de sobremesa de cacau em pó;
  8. 1 colher de chá de cominhos em pó;
  9. 1 colher de chá de coentros em pó;
  10. 1 colher de sobremesa de açúcar;
  11. 4 colheres de sopa de polpa de tomate;
  12. ¼ de pimento vermelho;
  13. 0,5dl de vinho branco;
  14. 1 lata de feijão encarnado cozido;
  15. 250 g de queijo creme;(usei Philadelphia)
  16.  Queijo Cheddar a gosto;   (queijo com cor alaranjada)
  17. Cebolinho, coentro e tomate picado a gosto;
  18. Tortilhas de milho crocantes a gosto.

 

Como preparar:

 

Picar as cebolas, ralar os dentes de alho e levar a alourar no azeite. Deitar a carne picada e soltá-la com um garfo de madeira. Quando a carne estiver “ralada”, juntar o vinho e as especiarias uma a uma, ie, o cacau, os cominhos, os coentros. Mexer bem para envolver a carne nas especiarias e deixar cozinhar um pouco, deitar os pimentos limpos de sementes, partidos aos bocadinhos e a polpa de tomate bem como o açúcar. Deixar cozinhar mais um pouco e juntar, finalmente, o feijão cozido. Temperar de sal e pimenta e deixar cozinhar durante cerca de 30’.

 

Barrar um tabuleiro que possa ir ao forno com o queijo creme, formando uma camada. Deitar o chili de carne por cima e finalizar com bastante queijo Cheddar ralado no momento por forma a criara uma camada fina.

 

Levar ao forno cerca de 20 a 30’. Quando se retirar do forno, polvilhar com cebolinho, coentro e tomate picado.

 

Servir com as tortinhas de milho.

 

Este prato é muito substancial pelo que não necessita de qualquer acompanhamento para além das tortilhas.

 

A junção dos queijos confere a este prato que, inicialmente é um simples chili de carne, uma cremosidade e uma harmonia de paladares muito, muito bom.

 

Mãos à obra.

 

 

 

publicado por Maria às 08:00
mais sobre mim
pesquisar neste blog
 
Março 2012
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
últ. comentários
nossa que receita maravilhosa Amei seu blog BJO? (...
I wanted to thank you for this excellent read<a...
No Amarelo do Colégio Militar as Batatas Fritas sã...
 No Amarelo do Colégio Militar as Batatas Fri...
Minha avó, que cresceu em Mogadouro, muitas vezes ...
pois ! No meu tempo (43/51, chumbei um ano), bat...
Ficou lindo, foi a minha inspiração para o almoço ...
Parece impossível a sra classificar como peixe da ...
è um prato da minha infância, de que guardo record...
O que é maca?
blogs SAPO