Bem vindos à Oficina das Papitas. Este meu projecto, tem como principal objectivo ajudar os meus filhos que já não vivem comigo, mas que têm de cozinhar para si próprios. Espero assim poder ajudá-los. Tentarei fazê-lo com muito amor.
Abril 2012
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
21
22
28
29
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds
Posts mais comentados
24
Abr
12

Foi ele que rapou avaramente a sopeira. E já espreitava à porta, esperando a portadora dos pitéus, a rija moça de peitos trementes, que enfim surgiu, mais esbraseada, abalando o sobrado – e posou sobre a mesa uma travessa a transbordar de arroz com favas. Que desconsolo! Jacinto, em Paris, sempre abominara favas!...Tentou, todavia uma garfada tímida – e de novo aqueles seus olhos, que o pessimismo enovoara, luziram, procurando os meus. Outra larga garfada, concentrada, com uma lentidão de frade que se regala. Depois um brado:

- Óptimo!... Ah, destas favas, sim! Oh, que fava! Que delícia!

E por esta santa gula louvava a serra, a arte perfeita das mulheres palreiras que em baixo remexiam as panelas, o Melchior que presidiu ao bródio…

-Deste arroz com fava, nem em Paris, Melchior amigo!” 

 

Queirós E., A Cidade e as Serras, pag 111.

 

O que preparar:

 

  1. 1 Kg de favas;
  2. 50g de margarina ou manteiga;
  3. 1 dente de alho;
  4. 1 cebola;
  5. 1 raminho de cheiros ( salsa, folha de loureiro e folha verde do alho francês);
  6. 150g de bacon;
  7. 150g de chouriço de carne;
  8. 1 dl de vinho branco;
  9. 0,5 l de água;
  10. 4 salsichas frescas;
  11. 400g de arroz;
  12. Sal e pimenta a gosto.

 

Como preparar:

 

Cortar o bacon em dados, o chouriço em rodelas e as salsichas em pedaços.  Descascar e limpar as favas. Picar a cebola e o alho.

 

Deitar numa caçarola a margarina, o bacon, o alho, a cebola e o remo de cheiros ( estes devem estar unidos com uma fita). Mexer ocasionalmente e, quando começar a lourar, deitar as rodelas de chouriço. Continuar a mexer sobre o lume, deixando alourar e juntar o vinho branco. Deixar suar um pouco, cerca de 1’, e juntar 0,5l de água. Deixar ferver durante 25’. Juntar as favas e as salsichas, juntar mais um pouco de água e deixar ferver mais 10 ou 15’, conforme as favas sejam mais ou menos tenras.

 

Escorrer o caldo dos sólidos, para ser medido pois deverá ser o dobro do arroz que se vai juntar. Assim, medir o caldo e juntar novamente às favas levando a ferver. Rectificar os temperos com sal e pimenta e juntar o arroz ( para cada 2 medidas de caldo, medir uma de arroz).  Deixar levantar fervura, mexer e retirar do lume.

 

Levar a caçarola tapada ao forno a 200ºC durante 15’. Ao fim deste tempo, esperar cerca de 2 a 3’ antes de destapar a caçarola.

 

Servir, decorado com tiras de pimentão vermelho. Delicioso;desdte arroz com fava, nem em Paris...

 

Mãos à obra. 

tags: ,
publicado por Maria às 08:00
mais sobre mim
pesquisar neste blog
 
Abril 2012
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
21
22
28
29
últ. comentários
No Amarelo do Colégio Militar as Batatas Fritas sã...
 No Amarelo do Colégio Militar as Batatas Fri...
Minha avó, que cresceu em Mogadouro, muitas vezes ...
pois ! No meu tempo (43/51, chumbei um ano), bat...
Ficou lindo, foi a minha inspiração para o almoço ...
Parece impossível a sra classificar como peixe da ...
è um prato da minha infância, de que guardo record...
O que é maca?
Um correcçãoNão consigo recordar o ano mas seguram...
blogs SAPO