Bem vindos à Oficina das Papitas. Este meu projecto, tem como principal objectivo ajudar os meus filhos que já não vivem comigo, mas que têm de cozinhar para si próprios. Espero assim poder ajudá-los. Tentarei fazê-lo com muito amor.
Julho 2012
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
11
13
15
16
17
19
20
21
23
24
25
26
27
28
29
30
31
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds
Posts mais comentados
07
Jul
12

Cá por casa comem-se gelados todo o ano. Os meus filhos adoram, o meu marido não dispensa e eu, bem eu tenho de me controlar para a balança não apitar.

Este ano ando entusiasmada com os sorvetes caseiros e não me tenho saído muito mal, excepto numa experiência com ruibardo, cujo sorvete ficou em pedra mas que aproveitei para milk shake, seguindo a lei de Lavoisier.

Bem, indo à receita de hoje, vi-a na Mané que por sua vez a havia visto na Leonor. Isto da blogosfera culinária é giríssimo, não é?

Bem, e como quem conta um conto, acrescenta-lhe um ponto, fiz uma cobertura de ganache de chocolate para enriquecer ainda mais este sorvete cremoso e muito saboroso. Não deixem de experimentar.

O que preparar:

  1. 400g de morangos limpos;
  2. 400ml de natas frescas ( usei Longa Vida);
  3. 180g de açúcar ( a Mané achou a receita original muito doce e eu diminui drasticamente a quantidade de açúcar e ainda bem que o fiz).
  4. 100g de chocolate amargo;
  5. 50ml de natas.

Como preparar:

Triturar os morangos com o açúcar ( eu fiz na Bimby mas pode ser com uma varinha mágica, por exemplo). Bater as natas juntando 3 ou 4 gotas de limão a meio da operação, até ficarem firmes.

Juntar 1/3 das natas batidas ao preparado de morango e, quando estiver uma mistura homogénea, juntar as restantes natas, envolvendo com cuidado para que não percam ar.

Levar ao congelador, em taça de alumínio de preferência, pois ajuda a refrescar mais rapidamente, e tapada com papel de alumínio.

Quando estiver gelado, retirar bolas com colher própria e verter por cima um pouco de ganache de chocolate. Esta faz-se levando o chocolate ao micro-ondas partido em pedaços e, programando em potência média intervalos de 15”, até este ter derretido. Misturar as natas vigorosamente e temos a nossa ganache.

Mãos à obra.

 

publicado por Maria às 08:00
05
Jul
12

Acreditam que só há relativamente pouco tempo é que descobri que cavalas e sardas se tratam afinal do mesmo peixe? Conhecia as sardas mas achava que nunca havia comido cavalas.

Certo dia, com um ar muito empertigado de quem sabe do que está a falar, perguntei ao senhor da banca do mercado se  me arranjava cavalas. Ele, com ar de comiseração apenas apontou para o peixinho que eu conhecia como sarda e disse:

- Tenho ali, minha senhora, quantas quer?

E pronto, a partir desse dia, fiquei um pouco mais culta J.

A receita que vos trago hoje, foi adaptada, mais uma vez, de uma receita do Chef José Avillez. É simplicíssima de confecionar e resulta num prato muito saboroso..

O que preparar:

  1. 4 cavalas médias;
  2. 1 cebola roxa;
  3. 1 pimento vermelho;
  4. 2 colheres de sopa de molho de soja;
  5. 1 colher de sopa de gengibre fresco, ralado;
  6. 1 haste de erva príncipe ( eu usei 4 colheres de sopa de efusão de folhas secas de erva príncipe, pois era o que tinha);
  7. 2 colheres de sopa de vinagre de arroz;
  8. 1 dl de azeite;
  9. Sal e pimenta a gosto.

Como preparar:

Retirar os filetes às cavalas/sardas e limpar de espinhas. Reservar no frigorífico.

Cortar a cebola roxa em meias luas bem finas e o pimento em juliana ( tiras fininhas).

Num fio de azeite saltear a cebola, acrescentar o pimento, temperar com sal e pimenta e refrescar com o vinagre de arroz.

Numa frigideira anti-aderente, num fio de azeite bem quente, saltear as cavalas/sardas apenas num dos lados, com a pele virada para cima.

Acrescentar o gengibre, a erva príncipe ou o chá, e o molho de soja. Deixar caramelizar ligeiramente e virar as cavalas/sardas por 30” apenas. Retirar o peixe  e servi-lo sobre os legumes.

Mãos à obra.

 

publicado por Maria às 08:00
03
Jul
12

A melancia foi um fruto que entrou na minha roda alimentar, somente, aquando da minha última gravidez. Até então, nunca a havia comido pois pensava que não gostava. Digo pensava pois nem sequer me atrevia a prova-la. E isto aconteceu com outros alimentos como o pimento, por exemplo.

Bom, aí pelo 3º mês de gravidez deu-me uma vontade incontrolável de comer melancia e não era no prato, como mandam as regras da boa postura e boa educação, mas comer uma talhada assim, simplesmente, à mão e acabada de cortar. Perdi a conta das fatias de melancia que me consolaram.

A boa notícia é que não enjoei e, passando-me as manias patetas de outrora, passei a consumi-la, de uma forma mais moderada, entenda-se, e em diversas aplicações.

Esta salada que trago hoje é uma das minhas saladas favoritas. Vi-a ser feita uma vez num programa da Nigella Lawson que passou na TV, apontei e esqueci-me completamente deste episódio.

Há uns dias atrás, ao folhear o meu caderninho de receitas, deparei, com grande surpresa e satisfação, com os apontamentos desta delícia. É simples, fresca, colorida e deliciosa.

 

O que preparar:

  1. 1 fatia larga de melancia limpa de casca e pevides;
  2. 1 embalagem de queijo feta;
  3. 1 cebola média;
  4. 1 ramo generoso de salsa;
  5. 6 folhinhas de hortelã;
  6. 1 limão;
  7. Azeitonas descaroçadas;
  8. Um fio de azeite de boa qualidade;

 

Como preparar:

Descascar a cebola e parti-la em fatias muito finas. Coloca-la numa tigela emersa em água temperada com sal e sumo de meio limão, deixando-a assim cerca de ½ hora.

Cortar a melancia em cubos bem como o queijo feta. Colocar numa taça e misturar. Juntar a cebola escorrida e as folhas de salsa inteiras as as folhas de hortelã picadinhas. Juntar azeitonas descaroçadas misturar os ingredientes e temperar com um fio de azeite e o sumo do restante ½ limão.

Está pronta a servir.

Esta forma de preparar a cebola antes de juntar a uma salada foi-me ensinada por uma excelente cozinheira, amiga da minha sogra. A cebola fica muito mais suave perdendo aquele paladar agressivo que nem sempre é agradável em saladas. Coincidentemente, a Nigella aconselha um processo semelhante para esta receita,

O doce da melancia em contraste com o sabor acre do queijo tornam esta salada uma iguaria. Experimentem.

Mãos à obra.

publicado por Maria às 08:00
mais sobre mim
pesquisar neste blog
 
Julho 2012
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
11
13
15
16
17
19
20
21
23
24
25
26
27
28
29
30
31
últ. comentários
Adorei. ❤️ Adeus e um grande ZACATRAZ
E a tinta? A tinta é essencial para a confecção.
Adorei ler seu post.numero do felipe neto (https:/...
As batatas são efetivamente às rodelas mas aquele ...
Agradeço a receita mas tem algo de errado. Nunca p...
Olá a todos. As batatas são efectivamente às rodel...
Minha senhora D. Ana, lamento desaponta-la,mas alb...
Albardar sardinhas ou outro alimento, pressupõe um...
eu adoro esta receita porque com os ingredientes p...
nossa que receita maravilhosa Amei seu blog BJO? (...
blogs SAPO