Bem vindos à Oficina das Papitas. Este meu projecto, tem como principal objectivo ajudar os meus filhos que já não vivem comigo, mas que têm de cozinhar para si próprios. Espero assim poder ajudá-los. Tentarei fazê-lo com muito amor.
Janeiro 2013
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
11
12
14
16
17
20
21
22
24
25
26
29
31
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds
Posts mais comentados
10
Jan
13

Quem não gosta de croquetes, por favor, ponha o dedo no ar!

São fritos e todos temos consciência dos seus malefícios mas, a um bom croquete não há quem resista. Não tenho razão? Quer-me parecer que sim.

Para além de saborosos fazem parte do rol das receitas económicas e, igualmente, das receitas práticas pois, podem ser feitos e congelados antes de fritar. Assim, temos sempre um aperitivo ou mesmo uma refeição ligeira para aquelas ocasiões SOS.

Publico hoje esta receita a pedido de um dos meus fifis, pois comeu-os na véspera de se ir embora e perguntou :

- Ó mamã, como fazes estes croquetes?

Aqui está a receita, meu amor. Para te lembrares da tua mamã.

Afinal, este espaço é vosso.

O que preparar:

  1. 60g de margarina;
  2. 1 dente de alho picado;
  3. 1 folha de loureiro;
  4. 1 cebola pequena picada finamente;
  5. 60g de farinha de trigo;
  6. 1,5 dl de leite ( ou metade leite e metade caldo, ou só caldo de carne);
  7. 200g de carne picada ou aproveitamentos de frango, carne assada, etc;
  8. Sal, pimenta e noz moscada a gosto;
  9. Pão ralado e ovo batido para panar os croquetes;
  10. Óleo para fritar.

Como preparar:

Numa caçarola, derreter a margarina, juntar o alho a cebola e a folha de loureiro e deixar alourar, mexendo sempre para não queimar.

Quando a cebola estiver bem lourinha, juntar a farinha e mexer bem até estar tudo bem ligado.

Mexendo sempre, sobre lume brando, adicionar em fio o leite ou o caldo bem quente. Continuar a mexer até descolar do fundo.

Juntar a carne picada,( eu uso restos de carne assada e pico na Bimby) misturar beme temperar com sal, pimenta e noz moscada. Continuar a mexer cerca de 1 ou 2’.

Fora do lume, misturar 1 ovo batido, deixando-o cair em fio e mexendo sempre.

Levar , novamente, ao lume mexendo sempre até se formar uma bola e descolar do fundo do tacho.

Despejar sobre um tabuleiro ou prato. Alisar, cobrir com papel vegetal e deixar arrefecer.

Cortar pequenas porções e moldar os croquetes.

Passar os croquetes por ovo batido e depois por pãp ralado. Ao passar por este, fazer pressão e alisar para o pão aderir melhor. Nesta fase, poderão ser congelados e serem consumidos conforme houver necessidade. Basta somente tirá-los do congelador  e fritá-los assim, congelados.

Fritar em óleo bem quente e escorrer. Se o óleo não estiver bem quente, os croquetes ficam moles e feios, podendo até rebentarem ou desfazerem-se.

Mãos à obra.

 

 

publicado por Maria às 22:40
mais sobre mim
pesquisar neste blog
 
Janeiro 2013
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
11
12
14
16
17
20
21
22
24
25
26
29
31
últ. comentários
As batatas são efetivamente às rodelas mas aquele ...
Agradeço a receita mas tem algo de errado. Nunca p...
Olá a todos. As batatas são efectivamente às rodel...
Minha senhora D. Ana, lamento desaponta-la,mas alb...
Albardar sardinhas ou outro alimento, pressupõe um...
eu adoro esta receita porque com os ingredientes p...
nossa que receita maravilhosa Amei seu blog BJO? (...
I wanted to thank you for this excellent read<a...
No Amarelo do Colégio Militar as Batatas Fritas sã...
 No Amarelo do Colégio Militar as Batatas Fri...
blogs SAPO