Bem vindos à Oficina das Papitas. Este meu projecto, tem como principal objectivo ajudar os meus filhos que já não vivem comigo, mas que têm de cozinhar para si próprios. Espero assim poder ajudá-los. Tentarei fazê-lo com muito amor.
Março 2013
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
12
13
15
17
19
21
23
24
26
27
30
31
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds
Posts mais comentados
25
Mar
13

Quando temos oferta de várias opções, elegemos sempre os nossos favoritos. Seja em livros, musicas, filmes, comidas, cores, etc, etc,etc, temos sempre os nossos prediletos. O mesmo se passa nos blogs culinários. Há os excelentes, há os bons, há os mais ou menos e… há os prediletos. É claro que na nossa classificação, os prediletos estão com a nota mais alta. É o caso do blog da minha amiguinha Gisela o Pão e Belgroegas. Este espaço é tão bom, tem tanta qualidade nas receitas que partilha e, muito importante, é muito fiável. Tudo o que a Gisela publica, se forem seguidas  as suas indicações, é um sucesso à mesa.

Adoro o teu trabalho, Gisela e gosto muito de ti! Já te tinha dito ?{#emotions_dlg.blink}

A que trago hoje é uma receita económica, simples e deliciosa. Ou não fosse uma receita do Alentejo; ou não fosse uma receita da minha amiguinha Gisela!

 

O que preparar:

  • 5 tomates grandes maduros ( eu usei com pele pois gosto de sentir os rolinhos na comida)
  • 1 cebola
  • 3 dentes de alho
  • 2 folhas de loureiro
  • sal, pimenta e azeite
  • pão alentejano de véspera ( 4 a 5 fatias partidas ao meio)
  • 4 ovos
  • 1 litro de água
  • oregãos
  • coentros

Como preparar:

Thermomix/Bimby:

Colocar a cebola e os alhos no copo e triturar 5 segundos, velocidade 5.
Juntar o louro e o azeite e programar 5 minutos, temperatura 100, velocidade 1.
Cortar os tomates aos bocados e juntar no copo, assim como o sal e a pimenta.
Programar 10 minutos, temperatura 100, velocidade 2.
Juntar a água e deixar ferver, 15 minutos, temperatura 100, velocidade 2.
Com a Bimby parada, deitar os ovos inteiros no copo, e deixar repousar cerca de 5 minutos, altura em que liga novamente a máquina, e programa 2 minutos, temperatura 100, velocidade colher inversa.
Entretanto cortar o pão em fatias finas e deitar numa terrina ou tigela e cobrir com a sopa bem quente.
Polvilhar com oregãos e coentros e servir de imediato.
Se preferir os ovos escalfados, colocar o caldo numa caçarola e deixá-los cozer a gosto.
Tradicional/ no tacho:
Numa caçarola deitar a cebola e os alhos picados, juntar o azeite, o sal e a pimenta e deixar refogar um pouco.
Juntar o tomate aos bocados e deixar cozer até o mesmo ficar praticamente desfeito.
Acrescentar a água, deixar ferver, juntar os ovos inteiros e mexer com uma colher para eles desfazerem e cozerem ao mesmo tempo.
Se preferir os ovos escalfados proceder do mesmo modo mas sem mexer.
Cortar o pão em fatias finas para dentro de uma terrina ou tigela e deitar a sopa por cima.
Polvilhar com os oregãos e coentros e servir de imediato.
Mãos à obra

publicado por Maria às 18:32
mais sobre mim
pesquisar neste blog
 
Março 2013
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
12
13
15
17
19
21
23
24
26
27
30
31
últ. comentários
No Amarelo do Colégio Militar as Batatas Fritas sã...
 No Amarelo do Colégio Militar as Batatas Fri...
Minha avó, que cresceu em Mogadouro, muitas vezes ...
pois ! No meu tempo (43/51, chumbei um ano), bat...
Ficou lindo, foi a minha inspiração para o almoço ...
Parece impossível a sra classificar como peixe da ...
è um prato da minha infância, de que guardo record...
O que é maca?
Um correcçãoNão consigo recordar o ano mas seguram...
blogs SAPO