Bem vindos à Oficina das Papitas. Este meu projecto, tem como principal objectivo ajudar os meus filhos que já não vivem comigo, mas que têm de cozinhar para si próprios. Espero assim poder ajudá-los. Tentarei fazê-lo com muito amor.
Julho 2013
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
12
13
14
16
17
18
20
22
23
25
27
28
29
30
31
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds
Posts mais comentados
11
Jul
13
Aproveitando a fruta de época e já começando a pensar nos mimos de Natal, trago fruta para casa a contar com compotas e licores. Desta vez trouxe ameixas docinhas, docinhas, pequeninas e acabadas de apanhar da árvore.  Dão para comer, uma atrás da outra; para doce não dão pois passaria séculos a retirar-lhe o caroço; para licor, são as ideais. E já estão a macerar há 1 mês. Já se bebe bem mas, como me aconselhou a Moira quando me ensinou a fazer licores, quanto mais prolongada for a maceração, melhor é o licor. Segundo ela, 1 ano é o tempo ideal. Julgo que no Natal estará já bastante bom.
O que preparar:
  1. 8 ameixas pequeninas e maduras;
  2. 0,5l de aguardente caseira ou de boa qualidade;
  3. 400g de açúcar;
  4. 1 pau de canela;
  5. 2 estrelas de aniz.
Como preparar:

Lavar bem as ameixas e colocálas no fundo de um frasco largo. Cobri-las com o açúcar e juntar o pau de canela e as estrelas de aniz. Tapar o frasco e esperar 1 semana, agitando o frasco de vez em quando. Ao fim deste tempo, deitar a aguardente, mexer com uma colher de pau e voltar a tapar o frasco. Como disse em cima, o meu já está assim há 1 mês e á se bebe muito bem. Porém, vou esperar pacientemente mais algum tempo pois certamente obterei melhores resultados.

Mãos à obra.

tags:
publicado por Maria às 19:43
10
Jul
13
E por estas bandas continuamos sintonizados nas saladas. Por mais que me esforce, não consigo estar mais de 15 minutos na cozinha a preparar uma refeição. Este calor entontece-me e fico com vontade de bater em tudo e em todos. Por isso, prefiro manter as devidas distâncias da principal fonte de calor cá em casa. 
O que preparar:
  1. 0,5 Kg de ovas de pescada frescas;
  2. 4 ovos;
  3. 1 cebolinha ( prefiro-a à cebola em saladas pois é mais suave);
  4. 2 tomates maduros e firmes;
  5. 300g de grão de bico.
  6. 2 dentes de alho;
  7. Sal, azeite e sumo de limão a gosto.

Como preparar:

De véspera ponha o grão de bico de molho em água. No próprio dia coza-o em água abundante temperada com sal. Demora cerca de 15 minutos após levantar fervura. Cozer numa outra panela os ovos e as ovas em água temperada com sal; 10 minutos depois de levantar fervura.

Partir a cebolinha em fatias muito finas, o tomate em cubos e picar os dentes de alho.

Descascar os ovos depois de cozidos e cortar em rodelas. Cortar também as ovas em rodelas depois de cozidas.

Misturar numa taca o grão, tomate, ovas, ovos e temperar com azeite e sumo de limão. Polvilhar com o alho picado. Servir fria.

Mãos à obra.

tags:
publicado por Maria às 20:10
08
Jul
13
Das coisas que me dá maior prazer é beber uma bebida gelada, no terraço, ao fim da tarde. Não precisa de ser uma bebida alcoólica, basta ser refrescante e ter muito gelo no copo para ouvir o agradável som do "tilintar".
Este refresco que hoje trago tem feito as minhas delícias nestes últimos dias. É feito com uma mistura de ervas nascidas e criadas no Parque de Natureza de Noudar e, garanto-vos, é das bebidas mais agradáveis que conheço. Façam e depois digam-me se não tenho razão.
O que preparar:
  1. 1,2 l de água;
  2. 1 colher de sopa de Lucia Lima;
  3. 1 colher de sobremesa de Erva Cidreira;
  4. 1 colher de chá de Menta;
  5. 1 colher de chá de gengibre fresco ralado;
  6. 2 colheres de chá de mel;
  7. rodelas de limão e muito gelo.

Como preparar:

Levar ao lume a água até ferver. Quando em ebulição, desligar o lume e juntar as ervas, o gengibre e o mel, mexendo com uma colher de pau. Deixar arrefecer por completo. Coar para um jarro e levar ao frigorífico até refrescar bastante. Servir em copos gelados no congelador, com rodelas de limão e muitas pedras de gelo.

Mãos à obra.

tags:
publicado por Maria às 20:02
06
Jul
13
Em França e na Suíça, panaché ( mistura) é uma mistura de cerveja com limonada. Aqui e hoja, panaché é a melhor salada de frutas que tenho comido. Pode ser feita com a fruta que temos em casa e da época, preferencialmente. Sem adição de açúcares é uma sobremesa muito  fresca e saudável sendo que o poejo é a chave do seu sucesso. E por ser muito saudável erefrescantemente deliciosa é com ela que venho participar no desafio que o fantástico blog The Wild Kitchen nos lançou. Espreitem e não deixem de participar. O prémio é muito aliciante.
E agora vamos lá ao modus operandi desta fantástica salada/refresco:
O que preparar:
  1. Fruta da época - usei figo, laranja, cereja, pêssego, meloa e alperce;
  2. sumo de 1/2 laranja por cada copo;
  3. algumas folhinhas de poejo;
  4. 1 colher de sopa de limoncello, por copo ( facultativo);
  5. 1 bola de sorbet de limão e limoncello por copo.

Como preparar:

Lavar e coutar a fruta em pedaços ou fatias e dispor nos copos. Espremer as laranjas e deitar o sumo por cima da fruta. Juntar 1 colher de limoncello em cada dose bem como algumas folhinhas de poejo. Levar ao frigorífico deixando permanecer 1 hora no frio. Na altura de servir, colocar uma bola de sorbet em cada copo. Das melhores sobremesas que tenho comido, sem dúvida alguma.

Mãos à obra.


publicado por Maria às 08:41
04
Jul
13

Este sorbet é o novo coquelux cá em casa. Basta um bola para nos resfrescar e o melhor é que é uma sensação continuada pois sentimo-la ao engolir. É também um excelente ajudante para boas digestões. Não deixem de experimentar pois é, realmente, delicioso.

O que preparar:

  1. 1 cup mal cheia de açúcar;
  2. 1 cup de água;
  3. casca de 1 limão ( a parte amatela, somente);
  4. sumo de 3 limões sumarentos;
  5. 3 colheres de sopa de limoncello.

Como preparar:

Levar ao lume uma caçarola com o açúcar, água e casca de limão. Qunado começar a ferver contar exactamente 5 minutos. Retirar do lume e juntar o sumo dos limões e o limoncello. Deixar arrefecer por completo. Coar o líquido e deitá-lo na máquina de gelados procedendo conforme as instruções do fabricante. Caso não tenha máquina, levar ao congelador e, nas primeiras 2 horas, mexer vigorosamente com um garfo de 1/2 em 1/2 hora.

Fui buscar esta deliciosa receita ao livro da Tessa Kiros que a minha querida amiga Lia me ofereceu.

Mãos à obra.

tags:
publicado por Maria às 18:56
mais sobre mim
pesquisar neste blog
 
Julho 2013
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
12
13
14
16
17
18
20
22
23
25
27
28
29
30
31
últ. comentários
Thanks for sharing information <a href="https:/...
Olá , acabei de ler esta receita de licor de ameix...
Falta-lhe a cidra, bolos de familia e de mel sem c...
Sem comentários... Esta senhora que sabe tudo, afi...
Adorei. ❤️ Adeus e um grande ZACATRAZ
E a tinta? A tinta é essencial para a confecção.
Adorei ler seu post.numero do felipe neto (https:/...
As batatas são efetivamente às rodelas mas aquele ...
Agradeço a receita mas tem algo de errado. Nunca p...
Olá a todos. As batatas são efectivamente às rodel...
blogs SAPO