Bem vindos à Oficina das Papitas. Este meu projecto, tem como principal objectivo ajudar os meus filhos que já não vivem comigo, mas que têm de cozinhar para si próprios. Espero assim poder ajudá-los. Tentarei fazê-lo com muito amor.
Fevereiro 2012
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds
Posts mais comentados
18
Fev
12

 

 

 

 

Era uma vez uma linda princesa. Nasceu num reino distante, rosada e redondinha, com a pele alva como a neve a quem os seus pai  deram um nome azul e grande como o mar e eterno como o universo. O seu coração era de ouro e a sua beleza era tão singela como uma safira.

Tinha duas irmãs e a mais velha pegava-a ao colo com uma ternura e um cuidado de quem pega na sua boneca mais querida sendo a mais nova a sua eterna companheira de folguedos.

A princesa cresceu e o seu coração de ouro manteve-se no seu peito, irradiando o brilho e o calor por todo o espaço que ocupava. Foi a luz do sol dos seus pais e o porto de abrigo das suas irmãs.

Fez-se mulher, casou e teve um principezinho lindo e terno como a mãe.

Com todas as vicissitudes da vida, a sua alegria, bondade, firmeza de espírito e valores tão elevados não se perderam.

Hoje continua a ser uma princesa doce, calma, afável e sempre com uma palavra de conforto, a quem a ela recorre.

Tem poucos amigos porque sempre foi discreta e reservada; parte dos que lhe eram mais queridos já partiram. Os que restam, porém  têm a certeza do seu grande amor e grandeza de espírito característica, somente, de uma princesa.

Estou certa que muitas pessoas desejariam privar com tão digna princesa. Poucos têm esse privilégio. Eu pertenço a esse grupo restrito. E quão privilegiada sou. 

Para ela consegui a receita e fiz as  brisas do lis que sei que tanto gosta, que a faz reviver momentos e recordar de pessoas que lhe são tão queridas.

Feliz aniversário, querida mana.

 

O que preparar:

  1. 250g de açúcar de fino;
  2. 1 dl de água;
  3. 3 ovos inteiros e mais 3 gemas;
  4. 100g de amêndoa picada.

 Como preparar:

Juntar o açúcar à água e levar ao lume. Quando começar a ferver, contar exactamente 3’ e tirar do lume. Juntar as amêndoas picadas e deixar arrefecer.

Juntar os ovos inteiros e as gemas numa taça e mexer com uma faca até ficar uma mistura uniforme.

Juntar os ovos batidos ao açúcar e amêndoa e mexer bem até ficar homogéneo.

Untar forminhas com manteiga e enche-las com o preparado anterior.

Levar ao forno forte (220º C) num tabuleiro com água. Deixar cozer cerca de 20’. Estarão  prontos quando os sentirmos firmes ao pressionar.

As brisas do lis são um doce regional de Leiria. São maravilhosas e, na minha humilde opinião, são dos melhores doces regionais apesar de não estarem muito divulgados, o que é pena.

Mãos à obra.

 

publicado por Maria às 08:00
De belinhagulosa a 22 de Fevereiro de 2012 às 13:04
Que maravilha amiga belas brisas aqui da zona ;)....lindas....bjokitas

Notificações de respostas serão enviadas por e-mail.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

mais sobre mim
pesquisar neste blog
 
Fevereiro 2012
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
últ. comentários
nossa que receita maravilhosa Amei seu blog BJO? (...
I wanted to thank you for this excellent read<a...
No Amarelo do Colégio Militar as Batatas Fritas sã...
 No Amarelo do Colégio Militar as Batatas Fri...
Minha avó, que cresceu em Mogadouro, muitas vezes ...
pois ! No meu tempo (43/51, chumbei um ano), bat...
Ficou lindo, foi a minha inspiração para o almoço ...
Parece impossível a sra classificar como peixe da ...
è um prato da minha infância, de que guardo record...
O que é maca?
blogs SAPO