Bem vindos à Oficina das Papitas. Este meu projecto, tem como principal objectivo ajudar os meus filhos que já não vivem comigo, mas que têm de cozinhar para si próprios. Espero assim poder ajudá-los. Tentarei fazê-lo com muito amor.
Maio 2012
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
12
13
19
20
26
27
31
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Posts mais comentados
04
Mai
12

Quando era criança, ofereceram-me um livro com uma história lindíssima e cujo título era “ A Princesa Subtileza” .

 

Não pretendo, de forma alguma, fazer uma dissertação sobre a história ou a princesa que povoou e encantou os meus sonhos de criança.

 

Apenas quero referir que o título desse livro me veio à cabeça quando provei este bolo e, apeteceu-me chamar-lhe  “ O Bolo Subtileza”.

 

Quem o fez, percebe o que digo e a que me refiro, quem não o fez, aconselho vivamente a tentar perceber, fazendo-o quanto antes.

 

O que preparar:

 

  1. 200g de açúcar + um pouco para polvilhar a massa;
  2. Raspa da casca de um limão;
  3. 2 ovos;
  4. ¼ de colher de chá de sal;
  5. 1 colher de chá de extracto de baunilha;
  6. 1/ 2 colher de chá de extracto de amêndoa; ( não usei)
  7. 200g de farinha de trigo;
  8. 100g de manteiga derretida e arrefecida;
  9. Amêndoas laminadas ou trituradas grosseiramente ( usei desta última forma)

 

Como preparar:

 

Pré aquecer o forno a 180ºC. Untar com manteiga e polvilhar com farinha uma forma sem chaminé, ou um tabuleiro ( pequeno).

 

Numa taça misturar o açúcar e a raspa do limão. Juntar os ovos, um de cada vez, mexendo sempre com uma vara de arames e não deixar de mexer até a mistura estar uniforme. Juntar o sal e os extractos, se os usar. Nesta fase, usar uma espátula ou colher de pau e misturar com cuidado a farinha e, finalmente, a manteiga derretida e arrefecida.

 

Verter a massa para a forma e polvilhar com um pouco de açúcar e amêndoas laminadas ou trituradas.

 

Levar ao forno durante cerca de 30’. O bolo fica húmido por dentro e com uma crosta em cima formada pelo açúcar e amêndoa.

 

Retirar do forno, deixar arrefecer cerca de 5’ e depois desenformar para um prato e virar novamente o bolo para cima de uma grelha para arrefecer.

 

 

Eu optei por formar cilindros utilizando uma forma de bolachas. Esperei que o bolo ficasse morno e executei essa operação. Como tinha morangos pequeninos e muito docinhos, coloquei um morango em cada cilindro. Resta dizer que o bolo é muito saboroso, à qual a capinha que se forma por cima não é alheia. O combina lindamente com o sabor da amêndoa.

 

 

 

Muitíssimo  bom e a repetir vezes sem conta. 

 

publicado por Maria às 08:00
De Maria a 4 de Maio de 2012 às 20:14
O pior é isso mesmo, Ginja, muito fácil de comer. Que tentação...
Beijinhos, minha querida e bom fim de semana.
Mria

mais sobre mim
pesquisar neste blog
 
Maio 2012
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
12
13
19
20
26
27
31
últ. comentários
No Amarelo do Colégio Militar as Batatas Fritas sã...
 No Amarelo do Colégio Militar as Batatas Fri...
Minha avó, que cresceu em Mogadouro, muitas vezes ...
pois ! No meu tempo (43/51, chumbei um ano), bat...
Ficou lindo, foi a minha inspiração para o almoço ...
Parece impossível a sra classificar como peixe da ...
è um prato da minha infância, de que guardo record...
O que é maca?
Um correcçãoNão consigo recordar o ano mas seguram...
blogs SAPO