Bem vindos à Oficina das Papitas. Este meu projecto, tem como principal objectivo ajudar os meus filhos que já não vivem comigo, mas que têm de cozinhar para si próprios. Espero assim poder ajudá-los. Tentarei fazê-lo com muito amor.
Julho 2013
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
12
13
14
16
17
18
20
22
23
25
27
28
29
30
31
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds
Posts mais comentados
19
Jul
13
Foi com alguma satisfacão que recebi a notícia do tema desta quinzena. Gelados, aquela coisa fresquinha, docinha e com que eu, simplemsmente, me delicio. Nas minhas experiências ""sorvetícias" já tinha feito gelado de pêssego, que ficou muito agradável. Esta, sendo da Dórie e levando o clássico custard, deduzi que só poderia ser do meu agrado.
Porém, confesso que a minha opinião acerca de gelados com custard se mantêm ou seja, é muito bom para gelados de natas, baunilha e chocolate; para gelados de fruta torna-os muito densos. Para além disso, apesar de ter reduzido a quantidade de açúcar para metade, ficou muito doce pelo que tenho a certeza que basta o mel para adoçar este gelado.
Finalmente, acho prefeitamente dispensáveis os bocadinhos de fruta que se junta quase no final. Congelam dando a impressao, ao comermos o gelado, que este ficou com cristais de gelo. Portanto, não é , de todo, uma mais valia.
Mas, no cômputo geral, ficou agradável, ou não fosse um gelado!
O que preparar:
  • 4 pêssegos maduros;
  • ¼ cup de mel;
  • 1 cup de leite gordo;
  • 1 cup de natas;
  • 3 gemas de ovo de ovos grandes;
  • ½ cup de açúcar;( usei 1/4)
  • 2 colheres de chá de baunilha. ( usei vagem de baunilha sem as sementes)
Como preparar:

Cortar 2 dos pêssegos em pedaços pequenos e colocá-los numa panela pequena. Juntar o mel, levar ao lume e quando ferver, baixar o lume, tapar a panela e deixar amaciar a fruta cerca de 10 minutos. Colocar o preparado num liquidificador ou processador e reduzir a puré. Reservar.

Misturar o leite e as natas e levar ao lume até levantar fervura.

Entretanto, misturar as gemas com o açúcar numa tigela refratária e mexer com uma vara de arames. Verter lentamente sobre esta mistura o leite e natas fervidos e ainda quentes, mexendo sempre para não talhar as gemas. Deve-se deitar metade do líquido, mexer e só depois se deve deitar a outra metade, muito lentamente. Deitar a mistura numa panela e levar ao lume, mexendo sempre, até engrossar. Voltar a deitar a mistura numa tigela refratária e nessa altura adicionar a baunilha e o puré de pêssego que havia sido reservado.

Refrigerar o preparado. Quando estiver bastante fresco vertê-lo para a cuba da máquina de gelados e proceder seguindo as instruções do fabricante.

Partir em cubos pequeninos os restantes pêssegos ( 2) e juntar ao gelado quando este já estiver com consistência espessa.

Quando pronto na máquina de gelados, levar ao congelador mais cerca de 2 horas em caixa fechada, até que esteja pronto para ser retirado com a colher.

Mãos à obra.

publicado por Maria às 08:00

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

mais sobre mim
pesquisar neste blog
 
Julho 2013
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
12
13
14
16
17
18
20
22
23
25
27
28
29
30
31
últ. comentários
E a tinta? A tinta é essencial para a confecção.
Adorei ler seu post.numero do felipe neto (https:/...
As batatas são efetivamente às rodelas mas aquele ...
Agradeço a receita mas tem algo de errado. Nunca p...
Olá a todos. As batatas são efectivamente às rodel...
Minha senhora D. Ana, lamento desaponta-la,mas alb...
Albardar sardinhas ou outro alimento, pressupõe um...
eu adoro esta receita porque com os ingredientes p...
nossa que receita maravilhosa Amei seu blog BJO? (...
I wanted to thank you for this excellent read<a...
blogs SAPO