Bem vindos à Oficina das Papitas. Este meu projecto, tem como principal objectivo ajudar os meus filhos que já não vivem comigo, mas que têm de cozinhar para si próprios. Espero assim poder ajudá-los. Tentarei fazê-lo com muito amor.
Junho 2014
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
11
13
15
16
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds
29
Mar
13
Confesso que, na minha humilde ignorância, conseguir distinguir um crumble de um crisp é mais ou menos o mesmo que conseguir fazê-lo entre o vermelho e o encarnado. Mas pronto, se dizem que é diferente, é porque é diferente. Ao meu paladar parecem-me exactamente iguais mas temos de respeitar os preciosismos dos entendedores.
Este que trago, dizem, é um crisp portanto, que seja um crisp. É saboroso, fica com uma textura de biscoito e combina na prefeição com fruta silvestre daquela mesmo "azedinha". De uma próxima vez que faça, ou uso arandos frescos se os conseguir ou aumentarei a proporção das groselhas.
Diminuirei também a quantidade de crisp pois achei muito desproporcionado relativamente à fruta e por isso, resultou num doce um pouco seco.
Mais uma receita da quinzena Dorie às Sextas.

Ingredientes

 

cobertura:

  • 3/4 medida de farinha de trigo
  • 1/2 medida de açúcar amarelo
  • 1/2 medida de flocos de aveia
  • 1/2 medida de coco ralado
  • 1 colher chá de canela em pó
  • 1/4 colher chá de gengibre em pó
  • 115g manteiga sem sal, bem fria, cortada em 4 pedaços

 

recheio:

  • 4 maçãs médias, sem casca e sem caroço, cortadas em pedaços
  • 1 medida de arandos frescos ou congelados- ( usei morangos frescos e groselhas frescas na proporção de 3/4 e 1/4 de cup, respectivamente)
  • 1/2 medida de arandos ou passas ( usei arandos secos)
  • 2/3 medida de açúcar ( usei 1/3)
  • 1 colher sopa de farinha
  • 1/2 cálice de vinho do Porto por iniciativa minha

 A medida de referência é uma cup com a capacidade de 250ml.

 

Pré-aqueça o forno a 190ºC. Unte com manteiga 8 recipientes individuais de forno (ou um grande). Disponha os recipientes num tabuleiro e reserve.

 

Cobertura: ponha todos os ingredientes num processador de alimentos e pulse até que a mistura forme migalhas grandes (cerca de 1 minuto) (alternativamente, pode fazê-lo à mão, "esfregando" a manteiga nos ingredientes secos, tendo o cuidado de não aquecer demasiado a manteiga entre os dedos). Pode fazer a cobertura com até 3 dias de antecedência e guardá-lha no frigorífico, hermeticamente fechada.

 

Recheio: misture todos os ingredientes numa tigela grande.

 

Divida o recheio equitativamente pelos recipientes. Disponha a cobertura sobre o recheio. Leve ao forno por 40-45 minutos ou até que a cobertura esteja dourada e os sucos do recheio estejam a borbulhar nas margens dos recipientes.

 

Servir morno e, de preferência, acompanhado com uma bola de sorvete.

publicado por Maria às 18:44
16
Fev
13
O Cinco Quartos de Laranja faz 7 anos. Para celebrar o aniversário, a Laranjinha convida todos os seus seguidores a participarem num desafio que consiste em publicar umas das suas 1400 receitas publicadas no blog.
Porque este desafio é feito em parceria com a Nescafé Dolce Gosto, optei por uma sobremesa cujo um dos ingredientes é o café.
Estreei-me no mundo das panna cottas e foi uma estreia brilhante. Esta que levo ao desafio e criada pela Laranjinha é, simplesmente, deliciosa.
Parabéns e muito obrigada pelo fantástico trabalho com que nos presenteaste ao longo destes 7 anos. Que o futuro te sorria, sempre, sempre, Laranjinha {#emotions_dlg.sol}
O que preparar:
  1. 2 dl de leite;
  2. 2 dl de natas;
  3. 3 colheres de sopa de açúcar;
  4. 200g de chocolate ( eu usei 52% cacau);
  5. 5 colheres de sopa de café expresso;
  6. 2 folhas de galatina.

Como preparar:

Hidratar as folhas de gelatina, colocando-as numa taça cobertas de água, durante cerca de 5´. Levar ao lume o leite, as natas e o açúcar. Quando começar a ferver, juntar o café e as folhas de gelatina, bem espermidas. Mexer bem e retirar do lume. Juntar o chocolate partido em pedaços pequenos e mexer bem com uma vara até se dissolver por completo e ficar uma mistura homogénea. Deitar em tacinhas e levar ao frigorífico durante cerca de 3 a 4 horas.

 Notas - Confesso que não sou grande apreciadora de sobremesas com café, apesar de não dispensar um bom café e sem açúcar. Porém, nesta panna cotta, o leve travo que se faz sentir do café dá-lhe um toque delicioso e faz toda a diferença, acreditem.

Mãos à obra.

publicado por Maria às 14:14
27
Jan
13

 

 

 

A única coisa que supera a alegria de reencontrarmos 1 amiga de infância é reencontrarmos 15 amigas de infância!!!

Amizades distantes que julgávamos perdidas no tempo e no espaço, mas que permaneceram sempre, nos nossos corações.

A elas lhes dedico este meu poste de hoje, uma sobremesa docinha como a amizade e as memórias que nos unem.

Uma bomba calórica mas, para saborearmos enquanto recordamos os tempos de vésperas, who cares?

Para os Crepes:

O que preparar:


  1. 100g de farinha de trigo;
  2. 60g de manteiga;
  3. 2 ovos + 1 gema;
  4. 250ml de leite à temperatura ambiente;
  5. 1 pitada de sal.

Como preparar:

Numa taça misturar a farinha com os ovos e a gema. Juntar o sal e o leite em fio, à temperatura ambiente. Passar por um passador e juntar a manteiga derretida.

Aquecer uma frigideira anti-aderente e ir deitando porções de massa de molde a cobrir a fundo da frigideira mas tendo o cuidado de deixar uma camada muito fina. Quando começar a formar “bolhinhas” virar a massa e deixar cozer mais uns segundos. Retirar para um prato e reservar.

Para o molho de chololate:

O que preparar:

  1. 100g de chocolate;
  2. 100 ml de natas.

Como preparar:

Colocar o chocolate e as natas numa taça colocando-a dentro de uma panela com água e levar ao lume. Quando a água começar a ferver, o chocolate começa a derreter e, nesta altura, convém ir mexendo para misturar as natas. Retirar do lume quando resultar um creme brilhante.

 

É ainda necessário sorvete de baunilha e natas batidas em chantily.

Montagem:

Colocar um crepe num prato de servir, e sobre o crepe dispor uma bola de sorvete de baunilha. Enrolar o crepe e regá-lo com um pouco do molho de chocolate ainda quente. Decorar com natas batidas em chantilly.

Mãos à obra.

 

 

 

 


publicado por Maria às 16:34
30
Dez
12

Venho deixar um mimo para a mesa de fim de ano, mimo delicioso e muito simples de preparar.

Como nao sou supersticiosa, acredito que o ano de 2013 sera um tempo de mudanca.

Mudanca, nao implica que seja para melhor. Porem, acredito que para mim, o sera. Desejo o mesmo para todos os que me visitam.

Feliz ANO NOVO!{#emotions_dlg.king}

 

O que preparar:

  1. 2 claras de ovo;
  2. 2 cup de coco seco ralado;
  3. cup de acucar.

Recheio:

  1. 1cup de natas;
  2. 200g de chocolate negro;

1 cup = 250 ml


Como preparar:

Pre aquecer o forno a 180C. Numa taca misturar as claras, o acucar e o coco. Com as maos molhadas, acondicionar a massa formada em forminhas pequenas, pressionando por forma a forrar o interior das formas com a "pasta" de coco.

Levar ao forno pre aquecido durante cerca de 8 a 10' ou ate ficarem douradas.

Retirar do forno e deixar arrefecer durante cerca de 1'. Retirar delicadamente das formas e colocar as formas de coco em cima de uma rede para arrefecer.

Entretanto, preparar o recheio. Colocar as natas numa cacarola e levar a lume medio. Aquecer ate quase ferver. Retirar do lume. Acrescentar o chocolate previamente picado e mexer vigorosamente ate este derreter e ficar o creme macio.

Verter o chocolate nas formas de coco e levar ao frigorifico pelo menos 10' ou ate o chocolate estar firme. Servir como sobremesa, com cafe ou com bagas.

Maos a obra.


Adaptada da Donna Hay do livro Cozinha Rapida para Saborear Devagar.

 

 

publicado por Maria às 15:32
25
Nov
12

Este doce esteve meses no meu caderninho, a espera dos seus momentos de gloria.  Sempre que procurava a receita de uma sobremesa, saltava sempre a pagina onde esta anotado pois era olhado com alguma desconfianca. E que arroz doce e arroz doce, mousse de chocolate e mousse de chocolate.

Ha uns dias atras, quando abri o caderninho, foi a folha onde estava anotado que o acaso quis que me aparecesse. Olhei novamente com desconfianca, ate porque nao sou muito chegada a novas experiencias cujo  desfecho desconheco ou que nao me foram dados testemunhos de exito. Porem, assolou-me a mente a minha amiguinha Isabel , uma chocolatra incondicional e, tive a certeza que ela experimentaria esta receita em que o chocolate e o rei. Meti maos a obra.

Resultado surpreendente. Sobremesa que, depois de atingir a temperatura ideal, isto e, estar bem fresca, e tao deliciosa que nao nos contentamos, somente, com uma tacinha. Arrependi-me de nao a ter "conhecido" ha mais tempo.

O que preparar:

  1. 200g de arroz carolino, de preferencia;
  2. agua para cozer o arroz;
  3. 1 casca de limao;
  4. 1 pau de canela;
  5. 200g de acucar;
  6. 0,5 l de leite;
  7. 125g de chocolate em barra;
  8. 4 ovos ( gemas separadas das claras);
  9. 1 pitada de sal.

Como preparar:

Levar num tacho bastante agua para ferver. Quando estiver em ebulicao, deitar o arroz e umas pedras de sal e deixar cozer cerca de 15'. Escorrer a agua num passador e levar o arroz novamente ao lume com o leite, a casca de limao e o pau de canela. Deixar ferver, em lume brando, cerca de 10', ate se comecar a formar um creme. Deitar nesta altura o acucar e mexer. Deixar engrossar o caldo cerca de 10'. Numa taca a parte, deitar um pouco da calda que se formou no arroz e as 4 gemas. Mexer bem e, ja com o arroz fora do lume, deitar esse preparado de gemas e calda em fio, mexendo sempre. Levar novamente ao lume, para engrossar a calda mas, atencao, nao deixar novamente ferver pois, se isto acontecer, ficamos com ovos mexidos com arroz.

Partir o chocolate em pedacos pequeninos e bater as 4 claras em castelo firme. Com o tacho do arroz fora do lume, retirar a casca de limao e o pau de canela. Em seguida, ir deitando os pedacinhos de chocolate e ir mexendo para este se dissolver na calda do arroz. Finalmente, e ainda com o arroz quente, misturar as claras em castelo, cuidadosamente, para estas nao "quebrarem".

Levar o preparado ao frigorifico e comer bem fresco. Deliciosa sobremesa, acreditem.

Maos a obra.

 

 

 

publicado por Maria às 08:00
mais sobre mim
pesquisar neste blog
 
Junho 2014
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
11
13
15
16
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
últ. comentários
nossa que receita maravilhosa Amei seu blog BJO? (...
I wanted to thank you for this excellent read<a...
No Amarelo do Colégio Militar as Batatas Fritas sã...
 No Amarelo do Colégio Militar as Batatas Fri...
Minha avó, que cresceu em Mogadouro, muitas vezes ...
pois ! No meu tempo (43/51, chumbei um ano), bat...
Ficou lindo, foi a minha inspiração para o almoço ...
Parece impossível a sra classificar como peixe da ...
è um prato da minha infância, de que guardo record...
O que é maca?
blogs SAPO